Exclusivo

Carlinhos Aguiar defende Caique e detona confinados: "tem muito gardenal"

Carlinhos diz Nadja pode bater e ele não

Carlinhos Aguiar no Teleton 2018
Bruno Correa/ SBT

Publicado em 10/11/2018 às 19:02:54 ,
atualizado em 11/11/2018 às 03:58:18

Por: Sandro Nascimento com Lais, Diego Falcão

Carlinhos Aguiar resolveu falar em entrevista exclusiva ao NaTelinha sobre a polêmica envolvendo Caique Aguiar, seu filho confinado no reality show "A Fazenda 10", da Record TV.

.O jurado de Silvio Santos participou do "Teleton 2018" neste sábado (10) e nos bastidores conversou com o site, saindo em defesa do filho na confusão com Nadja Pessoa, que acabou sendo expulsa por agressão.

A briga de Caique Aguiar e Nadja começou logo após Fernanda Lacerda, que foi eliminada com recorde de rejeição, acusar a mulher de D' Black de "xavecar" Felipe Sertanejo. Na ocasião, a empresária deu chutes no personal trainer, mas o peão ainda confinado chegou a "peitar" a loira.

Em entrevista ao NaTelinha, Carlinhos detonou os participantes de "A Fazenda" afirmando que são "loucos" e que Caique Aguiar é uma pessoa do bem.

A mulherada não pediu igualdade? Então, a mulherada pediu igualdade e aí fizeram o raio da Maria da Penha, então cadê o João da Lapa pra nós, entendeu? A mulherada pediu igualdade então quer dizer que eu chego em casa e a minha mulher pode sentar a mão na minha orelha, sem motivo e eu não posso sentar a mão na orelha dela sem motivo.

Carlinhos Aguiar

Confira na íntegra:

Como é que você está vendo o seu filho na Fazenda?

Carlinhos Aguiar - Eu vou dizer uma coisa assim, fácil. Quem conhece o Caique sabe o que eu vou falar. Quem me conhece sabe o que eu vou falar. Mas eu só queria dizer antes, eu queria dizer que pimenta nos olhos dos outros é refresco. É muito fácil você julgar sem saber quem é quem. E é muito fácil você julgar estando aqui do lado de fora. Imagina você estar confinado com pessoas que você não conhece, nunca viu, nunca teve contato, valendo R$ 1,5 milhão. Ou você bate ou você apanha. Na primeira semana é festa, na segunda semana é meia festa, na terceira semana meu compadre, estão jogando bolo na cara dos outros, entendeu? E aí você tá fora do seu convívio natural, tá fora dos seus amigos, tá fora da sua família, você começa a surtar.

Só que ali tem muito nego louco, velho. Ali tem muito nego 13, sacou? Tem muito gardenal. E meu filho, não é porque é meu filho, você conhece meu filho, ele é do bem, velho. Aí não adianta. Você pode ser tudo do bem, no meio de uma maçã podre, você vai ficar podre também, não adianta, compadre. Se você foi em cana e era do bem, quando você sair da cadeia, você nunca roubou, vai roubar também, entendeu? Então assim, o meu filho tá lá como todo mundo tá lá.

Eu fico indignado com uns apresentadores, apresentadores de programas, eles têm que ser imparciais, eles não podem dar pitaco. Entendeu? Eu assisti o Porchat. É o único apresentador que foi totalmente imparcial.

Carlinhos Aguiar

Só que tem uns que surtam e ele que não surta, caiu de paraquedas na história. Porque a briga foi no ao vivo, por causa da menina, da Nadja. O Caique sentado no meio, a Fernanda do outro lado, começou a discussão gratuita e o Caique levantava o dedinho como se tivesse na escola pedindo permissão pra professora. Aí o Mion (apresentador): "Pode falar".

Só que começou uma discussão ao vivo ali, aí falou o lance do Sertanjo (Felipe Sertanejo disse que foi xavecado por Nadja). Numa dessa daí, o Caique parecia limpador de parabrisa: ele olhava pra um lado, olhava pro outro e ninguém sabia, ele só fazia assim com a cabeça. Quando terminou que todo mundo subiu, a Nadja tava 'p' da vida, ela foi pro quarto, o Caique sem saber de bomba nenhuma - é só você parar pra analisar - ele subiu, tomou uma água e foi pro quarto trocar de camisa.

Quando ele começou a trocar de camisa, ela tava reclamando dele: "esse não sei o que, esse não sei o que", xingando mesmo. Aí ele, indignado, deu uma olhada e falou: "Assim é de mim que você tá falando, querida?". Ela falou: "é". "Então vamos conversar a respeito". Ele foi até ela e colocou o pé na cama dela, aí ela deu-lhe uma bica. Dali pra lá foi quando ele falou: "Agora eu vou te seguir". Aí estão dizendo: "Ah, mas ele peitou ela".

VEJA TAMBÉM



Você acha que ele peitou?

Carlinhos Aguiar - Não, deixa eu te contar. O cara é forte. É a mesma coisa você sentar comigo agora. Se eu te empurrar e você não tiver esperando, você vai cair, isso é ponto. Se eu perceber que você vai me empurrar e eu segurar o peitoral porque eu tenho... Então pra mim segurar o peitoral eu tenho que fazer isso: me impor, entendeu? Dá a aparência de que ele realmente fez isso. A Record TV, todas as pessoas que tem lá, os diretores, não são burros. Eles já teriam feito algo a respeito. Agora, vamos colocar a hipótese que dentro dos padrões a pessoa: "'Ah, mas ele peitou!". Ele peitou?". Depois de tudo o que aconteceu com o cara? "Ah, mas é uma mulher".

A mulherada não pediu igualdade? Então, a mulherada pediu igualdade e aí fizeram o raio da Maria da Penha, então cadê o João da Lapa pra nós, entendeu? A mulherada pediu igualdade então quer dizer que eu chego em casa e a minha mulher pode sentar a mão na minha orelha, sem motivo e eu não posso sentar a mão na orelha dela sem motivo. Antigamente, lembra que não podia bater em filho? Teve uma lei que você não podia bater em filho, palmada e o caramba?

Os filhos tudo viraram pilantra. Agora tá aí, o novo homem, falando pra educar você tem que saber fazer bê bê bê. É assim que rola, bicho. E ele tá no reality. São três meses de confinamento, tem uns que saem com 1 pau e meio (sic) na mão e outros que saem só com meio pau (sic).

Pra encerrar, como que você vê a carreira do seu filho daqui pra frente?

Carlinhos Aguiar - Eu digo assim, eu vou contar como falou uma pessoa importante no meu ouvido, ele disse assim: "Ele entrou, Caique, filho do Carlinhos Aguiar. Ele vai sair Caique Aguiar que tem um pai chamado Carlinhos Aguiar", não é isso? Porque é assim, ou você mata ou você morre, ou você bate ou você apanha, infelizmente.

Igual o amor, velho. O amor tem o dia do ódio e o dia do lazer. Ele tá no momento ódio, mas quando chegar o lazer, pô, que Deus abençoe ele e não desampare a gente né? Seja feliz. E que as pessoas de lá de cima, os homens grandes das grandes emissoras vejam isso como trabalho não como um atrapalho.

Como que você vê esse negócio, as pessoas vão no Instagram, criticam seu filho sem conhecer, e aí fala que ele é assim e você sabe que ele não é daquele jeito. Como que você recebe esse retorno da internet?

Carlinhos Aguiar - É difícil. Até porque tiraram o Instagram dele do ar, tiraram o meu, tirando o da minha mulher, da minha filha, enfim. É muito difícil. Mas eu não sou tão assim, igual essas pessoas são, fanáticas ao extremo de pô... O cara vivencia tanto isso que esquece dele. Ele começa a viver a vida dos outros. Se eu levar a ferro e fogo, sabendo que é um reality... Deixa rolar! Sabe por quê? Eu não vou perder pra essas pessoas, nem vale a pena. Entendeu? Eu fico indignado com uns apresentadores, apresentadores de programas, eles têm que ser imparciais, eles não podem dar pitaco. Entendeu? Eu assisti o Porchat. É o único apresentador que foi totalmente imparcial. Ele fazia a pergunta, a menina respondia e ele pra confrontar a pergunta com a resposta, ele falava assim: Tem o VT? Roda o VT. Ele não deu pitaco de nada. Ele mostrou o quão profissional ele é. Eu falei:

Caramba, que dignidade! Não falou nem de um, nem de outro, nem de nada. Ele só colocava o que era o certo o que deixava de ser o errado, enfim. Imparcial. Ele é um apresentador. Ele é um cara que traz votos. Tem alguns apresentadores que tão dando pitaco. Tudo bem. Se você torce por um alguém e tem um espaço para poder fazê-lo, pode usar, pode fazer, mas eu não acho certo.

É a mesma coisa que eu chegar no Jogo de Pontinhos e falar: Silvio, posso pedir pra todo mundo aqui votar no Caique? Não tem nada a ver uma coisa com outra. Ele é meu filho. Lá, ele está num jogo, quem está participando é ele. Julgue a pessoa dele quando conhecê-lo. Num jogo, não tem jeito, todo mundo surta. Pô, imagina. O cara tá lá sem a família dele, sem os amigos dele, sem ninguém, com um monte de gente que ele não sabia quem era. Uns conhecia, mas visualmente, televisionalmente falando, no Instagram, alguma coisa, mas não pessoalmente. Pô, você vai conviver com pessoas que você não conhece é fogo, velho.

Vamos falar de coisa boa? A mulherada tá caindo em cima do teu filho, hein?

Carlinhos Aguiar - Mas deixa eu falar uma coisa? Você sabe que quando falam bem demais de um homem os negos ficam desconfiados. Quando falam mal, neguinho quer provar pra saber se o gosto é ruim ou bom. Então é melhor ele ficar com fama de sacana, do que com fama de trouxa. E tem outra coisa: a Mendigata tá aí pra dizer, né?



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!