Desistiu

José Luiz Datena desiste de concorrer ao Senado e volta ao "Brasil Urgente"

Divulgação/ Band

Publicado em 09/07/2018 às 16:48:15

Por: Redação NT

José Luiz Datena desistiu oficialmente de concorrer a uma vaga ao Senado nas eleições deste ano. O apresentador voltou ao comando do "Brasil Urgente" nesta segunda-feira (9).

Em seu discursso, Datena deixou claro que afasta qualquer possibilidade de ser candidato ao Senado brasileiro.

"Deixa eu falar uma coisa. É claro que aparecendo na televisão estou como estou aparecendo fica eliminada qualquer possibilidade de eu ser candidato a qualquer cargo eletivo na República Federativa do Brasil. É claro que tomar uma decisão é uma coisa muito díficil porque é extremamente solitário porque você ouve muita gente, mas quem decide é você."

O jornalista Sandro Nascimento, deste site, revelou três fatores que teriam contribuído para a Datena ter desistido da candidatura.

O primeiro ponto seria a pressão familiar. O próprio apresentador já tinha relatado essa questão em entrevista à coluna de Mônica Bergamo na Folha de São Paulo na última quinta-feira (05).

O segundo fator foi a questão financeira. Sendo o artista mais bem remunerado da Band, Datena recebe mensalmente valores torno de R$ 300 mil. Atualmente, o salário de senador federal está fixado em pouco mais de R$ 33 mil, ou seja, representa aproximadamente 11% do que ganha na televisão.

A queda de 10 pontos percentuais na intenção de votos entre uma pesquisa divulgada em abril e outra em junho também pode ter contribuído para o apresentador repensar sua intenção de ser candidatar como senador.

Segundo pesquisa do Ibope em abril, contratada pela Band antes de sua confirmação nas eleições em outubro, Datena tinha 33% da preferência e liderava a corrida eleitoral, seguido por Eduardo Suplicy, com 32%, e Marta Suplicy, com 25%.

Porém, três meses depois, já com o anúncio da sua candidatura, Datena caiu de forma vertiginosa em nova pesquisa, também contratada pela Band e divulgada no dia 29 de junho.



publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!