Michelle Tanner

Fuller House termina com piada sobre gêmeas Olsen após recusa

Continuação de Três é Demais não contou com as gêmeas Olsen revivendo Michelle

Fuller House termina com piada sobre gêmeas Olsen após recusa
Cena da série Fuller House - Reprodução/Netflix

Publicado em 09/06/2020 às 10:30:38

Por: Redação NT

A quinta temporada de Fuller House, na Netflix, terminou com uma última piada sobre as gêmeas Olsen depois que elas se recusaram a voltar para a continuação da série, que fez sucesso entre as décadas de 80 e 90. No Brasil, teve o nome de Três é Demais.

Muitos fãs e até o próprio elenco esperava que Ashley e Mary-Kate Olsen aceitassem uma participação como Michelle Tanner. O que acabou não ocorrendo, embora os convites tenham sido feitos anualmente.

Em uma cena do penúltimo episódio, Kimmy, DJ e Stephanie estão vasculhando as coisas no sótão e encontram uma bicicleta velha de Michelle. "Quanto você vai ficar com a bicicleta de Michelle?", pergunta Kimmy à DJ e Stephanie.

Ela ainda acrescenta, ironizando: "Ela não veio atrás até agora... Não é agora que vai vir".

Andrea Barber, que interpreta Kimmy, explicou ao TV Line: "Michelle recebe uma menção todas as temporadas, então tivemos que fazer isso pela última vez. Não é pra ser ruim ou fazer chacota. É tudo de bom humor, muito humor. A gente zomba de todo mundo".

Gêmeas Olsen abandonaram a carreira

Desde o início da continuação de Três é Demais pela Netflix, em 2016, as gêmeas Olsen deixaram claro que não tinha interesse em reviver a personagem. O criador da série, Jeff Franklin, deixaram as portas abertas caso elas mudassem de ideia.

Depois do terceiro ano, contudo, Franklin foi taxativo: "Elas claramente parecem não estar interessadas em vir".

Elas tinham somente um ano de idade quando foram escaladas para compartilhar o papel de Michelle em 1987. Oito temporadas depois, as irmãs estavam entre as celebridades mais famosas dos Estados Unidos.

Com a fama, planejaram abandonar a atuação para se dedicar a outros negócios. Em 2007, a Forbes classificou Mary-Kate e Ashley como as 11 mulheres mais ricas do país, com um patrimônio líquido estimado em US$ 100 milhões.

O último filme que fizeram juntas foi No Pique de Nova Iorque, em 2004.

publicidade




LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!