Sem retorno

Netflix culpa falta de audiência por cancelamento de "One Day at a Time"

"One Day at a Time" foi cancelada em março após três temporadas

Netflix culpa falta de audiência por cancelamento de
Sem audiência: série foi cancelada em março - Divulgação

Thiago Forato
i

Thiago Forato

Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há 14 anos e assina a coluna Enfoque NT há oito, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele:

thiagoforato@natelinha.com.br

Twitter: @tforatto

Publicado em 12/06/2019 às 09:52:41

O cancelamento da aclamada série da Netflix, "One Day At a Time" não foi uma decisão fácil, mas necessária, de acordo com Cindy Holland, vice-presidente de produtos originais.

Em uma conversa nessa terça-feira (11) na Code Conference em Scottsdale, Arizona, ela explicou que tinha respeito pela criatividade da série, mas que ela não foi capaz de atrair uma grande audiência que justificasse uma nova temporada.

"Não conseguimos encontrar o grande público que ela merecia. Tem que ter uma audiência suficiente para justificar o custo disso, e nesse caso em particular, não foi", enfatizou ela.

Em contrapartida, Holland observou que a série "Russian Doll" superou as expectativas da Netflix em relação ao seu custo e ganhou uma segunda temporada.

A executiva ainda abordou a chegada de novos concorrentes no mercado, como a WarnerMedia e a Disney +. Ela lembrou que nenhum deles se destaca como a Netflix e foi mais além: a empresa previu que essas gigantes poderiam entrar no mercado.

"One Day at a Time" teve três temporadas, mas tinha um problema: não era um produto original Netflix. A série foi produzida nos estúdios Sony.

O gasto com licenciamentos era alto, mas desde a primeira temporada, especula-ve que os números de audiência não eram animadores. A Netflix não divulga os números oficialmente.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!