Série de ficção

Em entrevista, Leonardo Medeiros defende "O Mecanismo"

Ator participou do programa "Morning Show" nesta terça (14)

Em entrevista, Leonardo Medeiros defende
Leonardo Nogueira falou sobre "O Mecanismo" no "Morning Show" - Foto: Reprodução/Jovem Pan

Redação NT
i

Redação NT

O NaTelinha é um site pioneiro em entretenimento e cultura de televisão no Brasil, sendo referência por sua ética e credibilidade, trazendo sempre a verdade, como deve ser. Twitter: @sitenatelinha / Instagram: @sitenatelinha / facebook.com/sitenatelinha

Publicado em 14/05/2019 às 15:14:00 Atualizado em 14/05/2019 às 15:21:15

O ator Leonardo Medeiros participou do “Morning Show” nesta terça-feira (14). Com a estreia da segunda temporada de “O Mecanismo” na última sexta (10), ele falou da repercussão do seriado. Com a rivalidade de ideologia política do país, o ator respondeu se houve arrependimento da sua parte em fazer parte da produção.

“Nenhum. Imagina. Ganhei bem”, disse o artista, arrancando risos dos participantes do programa. Leonardo, conhecido por trabalhos em produções da Globo, atuou nas duas temporadas da série, dando vida ao personagem João Pedro Rangel, apelidado de Pepê.

A inspiração da equipe de roteirista para a figura interpretada por Medeiros foi Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, entre 2004 e 2012, nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dima Rousseff, ambos do Partido dos Trabalhadores.

Em sua delação premiada, o ex-executivo afirmou que utilizou do seu cargo para consolidar um esquema de corrupção ao lado de funcionários importantes da Petrobrás, empreiteiros, senadores, deputados, secretários de estado, governadores, dirigentes de partidos, membros do Poder Legislativo, lobistas e doleiros especializados em lavagem de dinheiro.

Confira o trecho da entrevista em que ele defende "O Mecanismo":

“‘O Mecanismo’ é uma obra de ficção”

Carol Abras e Selton Mello afirmaram na coletiva de imprensa de lançamento da segunda temporada da série que sofreram críticas por fazerem parte do projeto liderado pelo diretor José Padilha. Diferente dos seus colegas, Medeiros garante que não sentiu esse peso.

“Eu não sofro muito isso, porque não uso Facebook”, ironizou. “Eu não senti. Não chegou [as críticas] em mim. Eu realmente acho que o Facebook é uma fonte de hater. E a gente precisa lembrar que ‘O Mecanismo’ é uma obra de ficção. O Padilha faz questão desde o começo deixar claro que ela é baseada em fatos reais, mas é uma obra ficcional”, ressaltou.

“A vida como ela é acaba sendo chata. Então o dramaturgo constrói história e “O Mecanismo” vira uma história de ação. Tem perseguições e todo mundo sabe que não teve isso na Lava-Jato. Que isso foi uma história de escritório”, explicou.

“O Mecanismo” é protagonizada por Selton Mello e Carol Abras. A segunda temporada inicia sua trajetória logo após as eleições de 2014 no Brasil e conta com oito episódios que variam de 40 a 50 minutos.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!