Paciência

Globo leva quase 10 horas para gravar cena de morte em Pantanal

Pantanal exibirá em breve um dos grandes momentos decisivos


Cauê Campos sorrindo em Pantanal como o Roberto
Cauê Campos interpreta o Roberto de Pantanal - Foto: Divulgação/TV Globo

Cenas de morte complexas sempre são demoradas para serem realizadas, e a despedida de Roberto (Cauê Campos) de Pantanal não é diferente. Ele, ao lado de Murilo Benício e Rafael Sieg, já gravaram as cenas que o rapaz morre afogado na trama e muito foi exigido dos atores, incluindo uma enorme paciência: foram oito horas de gravações.

De acordo com informações do jornal O Globo desta segunda-feira (25), havia dublês por perto e os trabalhos aconteceram em um areal que reproduz o Pantanal em Seropédica.

Bruno Luperi, autor deste remake e neto de Benedito Ruy Barbosa, mudou o final esse desfecho. No original, Roberto era devorado por uma sucuri. Agora, Solano, capanga contratado por Tenório para matar José Leôncio (Marcos Palmeira), sairá com o garoto de barco para ter certeza que não desconfiou dele.

Logo, darão de cara com uma sucuri, e Roberto afirmará que "cobra não come gente" e o capanga tentará tirar o animal dali. Na sequência, Solano cairá na água e puxará Roberto, que quase se afogará. Por fim, o vilão o verá desacordado e o levará para o barco. Ao vê-lo acordar, o jogará de novo na água até ele morrer afogado.

A primeira morte na ficção em Pantanal

imagem-texto

Cauê Campos vai encarar sua primeira morte na ficção. Em cenas que vão ao ar em breve na novela da Globo, o ator vive a expectativa de uma cena que promete ser marcante. "É a primeira vez que morro em algum trabalho. Tem todo um simbolismo, essa questão de como vou estar e com quem. Espero que seja muito linda", mira o ator em entrevista concedida ao jornal Extra.

Para os próximos capítulos, também faz outro aviso: Roberto virará a "chavinha" com relação ao seu pai. "Na mente dele, fica muito claro que foi o pai (que cometeu crimes como assassinato). Ele sabe que não pode confiar nele. Tanto que tem pressa para revelar o que sabe, mas vai enfrentar barreiras. Definitivamente, ele não é mais a mesma pessoa", resumiu.

Pantanal tem previsão de término para outubro e será substituída por Travessia, de Glória Perez, que já tem gravações avançadas.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias