Reportar erro
Vou te contar…

Páginas da Vida foi marcada por polêmicas: de bullying com Grazi a acidente em cena

Novela volta ao ar nesta segunda-feira (22), no Viva

Ana Paula Arósio, Grazi Massafera e Lília Cabral na novela Páginas da Vida, de volta no canal Viva
Ana Paula Arósio, Grazi Massafera e Lília Cabral: atrizes da novela Páginas da Vida se meteram em polêmicas - Fotos: Reprodução/Globo
Walter Felix

Publicado em 21/11/2021 às 11:44:08

Páginas da Vida, sucesso de Manoel Carlos exibido entre 2006 e 2007, volta ao ar a partir desta segunda-feira (22), no canal Viva. A novela foi marcada não só pela alta audiência, mas também por polêmicas que esquentaram seus bastidores. Houve, por exemplo, diversos atores que se mostraram insatisfeitos com o trabalho na trama e até bullying de parte do elenco com a então estreante Grazi Massafera, egressa do BBB.

Confira, a seguir, cinco polêmicas que marcaram Páginas da Vida:

Bullying com Grazi Massafera

Muito antes de brilhar como protagonista e faturar prêmios por seu trabalho, Grazi Massafera estreou em novelas como a tímida Telminha de Páginas da Vida. A escalação veio no rastro de seu sucesso no BBB5, o que irritou alguns colegas de cena. A atriz já relatou que sofria bullying nos bastidores da trama exibida entre 2006 e 2007.

“Nos corredores, era muito estranho. Existiam piada, atrizes que me viravam o rosto, teve de tudo. Na minha primeira cena de choro, uma atriz virou para mim e falou, baixinho: ‘Agora quero ver você chorar’. O diretor ouviu isso e me protegeu, tirando todo o elenco de cena. Depois foi até fácil de chorar, ela acabou me ajudando.”

Grazi Massafera

Grazi nunca revelou quais atores a maltrataram no início da carreira, mas relatou outras maldades: chegaram a esconder um estojo de maquiagem em sua bolsa para acusá-la de roubo no camarim, e também já se deparou com um boneco de vodu dentro de seu carro estacionado no antigo Projac.

Striptease de Ana Paula Arósio

Páginas da Vida foi marcada por polêmicas: de bullying com Grazi a acidente em cena

Poucos dias após a estreia, Páginas da Vida já disse a que veio. Logo na primeira semana, a novela exibiu uma cena de striptease de Olívia (Ana Paula Arósio) na lua de mel com o marido Sílvio (Edson Celulari). Sensualíssima e com direito à nudez da atriz, a cena repercutiu na época e não escapou das críticas dos mais conservadores.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, na semana seguinte, Manoel Carlos se defendeu: “Considero que estou plenamente dentro dos limites, sem a intenção de causar polêmica. Existem cenas fortes, mas sem vulgaridade. Como em todas as novelas, há quem se incomode e reclame, o que é um direito de todos. Respeito essas opiniões”.

"Perna suspensa, calcinha na mão e toda babada"

A maior polêmica de toda a produção viria na mesma semana, mais especificamente no sexto capítulo, exibido no sábado. Como de praxe, cada capítulo encerrava com um depoimento real. Naquele 15 de julho de 2006, Nelly da Conceição, de 68 anos, relatou ter tido um orgasmo pela primeira vez aos 45, ao ouvir um disco de Roberto Carlos.

“Botei na vitrola a música Côncavo e Convexo e fui dormir. Quando acordei, estava com a perna suspensa, a calcinha na mão e toda babada. Comentei com as amigas, elas disseram: 'Você gozou!'. Aí é que vim saber o que era gozo. Moral da história: sou uma mulher de 68 aos, que homem pra mim não faz falta, eu mesma dou meu jeito.”

O autor e o diretor, Jayme Monjardim, deram entrevistas na época pedindo desculpas pela exibição do relato e admitindo que deveriam ter suprimido detalhes íntimos revelados pela entrevistada. Ela, por sua vez, chegou a perder o emprego de babá por conta da exposição na TV e entrou com ação judicial contra a Globo pedindo retratação, mas que não foi adiante.

Festival de atrizes insatisfeitas

Bem antes de Camila Queiroz se revoltar com o destino de sua Angel em Verdades Secretas II, a novela assinada por Manoel Carlos também desapontou parte de seu elenco. Com uma quantidade atípica de personagens, a trama contava com verdadeiros “figurantes de luxo”, cujos papéis pouco acrescentavam à narrativa.

Reportagem do jornal Extra publicada na época dava conta de que Ana Paula Arósio e Renata Sorrah estavam insatisfeitas com a trajetória de suas personagens. Leandra Leal chegou a reclamar do seu papel no extinto Orkut, como revelou a colunista Mônica Bergamo, da Folha. “Será muito difícil acreditar numa novela novamente, vai levar tempo.”

Em outra matéria, a Folha de S.Paulo revelou a insatisfação de Louise Cardoso, que classificou sua personagem como irrelevante. “Não considero que fiz parte desta novela”, disse. De acordo com a publicação, Helena Ranaldi não estava satisfeita. “Gravo todo dia, mas quase não tenho fala", disparou a atriz.

Acidente em cena com Lilia Cabral foi ao ar

Páginas da Vida foi marcada por polêmicas: de bullying com Grazi a acidente em cena

Em um dos embates da vilã Marta (Lília Cabral) com o marido Alex (Marcos Caruso), esta empurra a adversária para o outro lado do cenário. A atriz acaba batendo o queixo na mesa cenográfica, machucando feio o maxilar. Em entrevista ao projeto Memória Globo, Lilia relatou que a equipe técnica tentou ajudá-la, mas ela os afastou para seguir com a cena.

“E quem diria que por causa desse pequeno acidente eu ia ser indicada ao Emmy? Acho que eles não perceberam que foi de verdade”, brincou a veterana, em entrevista ao Programa do Jô, indicada como melhor atriz pelo desempenho na trama. Ao Pânico da Jovem Pan, mais recentemente, Caruso relatou: “Quase acabei com a vida da Lília Cabral. Ela foi para o hospital, foi um horror”.



Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias