Reportar erro
Novidade

SBT disponibiliza novela antiga nunca reprisada no streaming

Amor e Ódio ganha reprise em plataforma de vídeos

Suzy Rêgo e Daniel Boaventura
Amor e Ódio ganha plataforma do SBT Vídeos - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 27/07/2021 às 09:14:40,
atualizado em 27/07/2021 às 09:24:06

Novela jamais reapresentada pelo SBT, Amor e Ódio (2001-02) foi disponibilizada na plataforma SBT Vídeos, que é gratuita para o público. Na noite dessa segunda-feira (26), o primeiro capítulo já estava disponível.

Até o momento, Amor e Ódio é a trama produzida pelo SBT mais antiga liberada. Além dela, a plataforma conta com Esmeralda (2004-05), Revelação (2008),Amor e Revolução (2011-12), Carrossel (2012-13), Chiquititas (2013-15), Cúmplices de um Resgate (2015-16), Carinha de Anjo (2016-18) e As Aventuras de Poliana (2018-21).

A novela protagonizada por Suzy Rêgo e Daniel Boaventura conta apenas com um capítulo para assistir até o momento. A expectativa é que o SBT coloque o restante nos próximos dias. A história gira em torno de Regina, uma moça bonita, educada e que possui grande fortuna. Seus pais morreram em um acidente quando criança. Desde então, mora com sua tia Berenice e a ama como se fosse sua mãe, além de viver com Laura, sua prima.

A prima sempre invejou Regina. Foi ela responsável pela desistência do casamento de Maurício com a familiar. Regina acaba se mudando para sua fazenda em Santa Rita da Esperança e desperta o interesse do vizinho José Maria. A partir daí, inicia-se uma história de amor e ódio.

Os bastidores de Amor e Ódio

Patrícia de Sabrit viveria a protagonista. Numa entrevista recente à Marcos Michalak, no YouTube, ela contou que gravou a novela por três semanas. "O Silvio achou que eu era muito menina pro papel. A novela foi gravada, era argentina, e a atriz que fazia lá era mais mulherão. E realmente eu era mais menina pro papel. Tudo foi montado em cima da minha personagem, com um par romântico com o Daniel Boaventura... E eu já tinha gravado três semanas", relembrou.

A cena em que Patrícia fez andando a cavalo, contudo, foi aproveitada na abertura. "Cenas minhas andando a cavalo, eles usaram pra abertura da novela, porque só a tinha a sombra. Era o sol ao fundo. Essa cena sei que foi pro ar. Infelizmente essas coisas acontecem. O Silvio [Santos] encasquetou", continuou.

Em outubro de 2001, estreava a Casa dos Artistas no SBT, projeto que Patrícia foi convidada pelo próprio dono da emissora. E o veto em Amor e Ódio, segundo ela, pode ter a ver com isso. "Acho que tem um pouco a ver não ter aceito fazer a Casa dos Artistas, porque estava na lista dele. Eu fui a segunda a ser convidada. O Alexandre Frota foi o primeiro e vieram falar comigo em seguida. Vieram me dizer que eu era a segunda da lista. 'O Silvio Santos quer que você esteja no projeto'. Eu não aceitei", acrescentou.



Mais Notícias