Reportar erro
Reprise na Globo

Comendador boy lixo? Por que reprise de Império está dando errado?

A culpa é da novela ser datada? Segundo especialistas, não

Cena de Império com José Alfredo caído e Maria Ísis no colo dele chorando
Novela Império está fracassando no Ibope, qual o motivo? - Foto: Reprodução/Globoplay
Daniel César

Publicado em 29/06/2021 às 05:53:00,
atualizado em 29/06/2021 às 10:01:56

Quando Império saiu do ar pela primeira vez na tela da Globo, em março de 2015, o tom de dever cumprido tomou conta da produção, que saía de cena com audiência em alta e com repercussão positiva, tanto da crítica quanto do público. Mas a reprise do folhetim de Aguinaldo Silva, em 2021, não vem obtendo nem perto dos mesmos resultados e se tornou um abacaxi para o canal. Muita gente apresentou argumentos sobre o fracasso da edição especial, inclusive a história ser datada, como o Comendador José Alfredo (Alexandre Nero) ser visto, agora, como um boy lixo. 

Isso seria suficiente para fazer a reprise de Império fracassar? Segundo especialistas, não. Mário Lúcio Coraini, professor de teatro e mestre em dramaturgia, ouvido pelo NaTelinha, explica que esse tipo de avaliação é perigosa. "Não se pode olhar para uma reprise com os olhos atuais e o público do sofá, o que vê novela de verdade, não faz isso", explica. Independente disso, levantamento da reportagem mostra que, em 66 capítulos exibidos, a história está com média de 26,9 pontos na faixa, a segunda pior da história, superando apenas Babilônia (25,5 em 2015).

Quando a pandemia da Covid-19 se instalou no Brasil, em março do ano passado, a Globo precisou suspender suas produções e escolheu Fina Estampa (2011), outra novela de Aguinaldo Silva e que teve audiência mais que satisfatória na edição especial, terminando com média de 33,6 pontos. Agora, mais uma obra do mesmo autor não consegue desempenho semelhante e ajuda a programação da emissora a despencar na média-dia.

Nas redes sociais, parte do público aponta que um dos motivos para o fracasso é a história ser datada, principalmente o jeito como o Comendador trata as mulheres, já que ele é casado com Maria Marta (Lília Cabral) e tem um caso com Maria Ísis (Marina Ruy Barbosa), além do fato de ser um traficante de esmeraldas e ainda ter uma filha, Cristina (Leandra Leal), fora do casamento.

Especialista analisa Império

imagem-texto

"O Comendador é um personagem controverso, o que costuma fazer a dramaturgia se mover, por isso fez tanto sucesso na primeira exibição", conta Mário ao discordar que o personagem esteja causando algum tipo de ojeriza no público médio. "A opinião de rede social, quando o assunto é novela, raramente atinge a grande massa", lembra.

Porém, fato é que os números mostram o fracasso de Império, diferente do que aconteceu na primeira exibição. Mário não consegue cravar qual é o motivo, mas arrisca alguns palpites. "O público pode ter simplesmente enjoado de tanta reprise, basta ver como a novela das seis também vai mal e a antecessora de Império não conseguiu os mesmos índices, mesmo sendo uma história mais elogiada até".

Ele se refere a A Força do Querer (2017), de Gloria Perez e que é considerada uma das melhores produções da década passada e que marcou 35,7 pontos na primeira exibição, mas ficou apenas com 29,9 na reprise, mesmo recebendo em alta de Fina Estampa.

Império tem salvação?

imagem-texto

O NaTelinha apurou que a própria Globo já jogou a toalha quando o assunto é audiência de Império que, mesmo com uma edição mais ágil e a tesoura cortando muitas cenas, não emplaca e vem em queda. A expectativa do canal é que dificilmente a reprise terminará com números superiores aos 27 de média.

Por conta disso, a cúpula de dramaturgia do canal tem trabalhado incessantemente para que as gravações de Um Lugar ao Sol terminem o mais rápido possível para que seja possível colocar uma novela inédita ainda em 2021, como a substituta de Império. A ordem é colocar novela inédita para evitar outro fracasso no horário.



Mais Notícias