Fora do ar

Ameaça, agressão, romances e incêndio: Por trás das câmeras de Bom Sucesso

Os seis meses da novela das sete também renderam fora do ar

Ameaça, agressão, romances e incêndio: Por trás das câmeras de Bom Sucesso
Bom Sucesso entrou na reta final - Foto: Montagem

Publicado em 13/01/2020 às 05:00:00 ,
atualizado em 13/01/2020 às 09:29:04

Por: Naian Lucas

Bom Sucesso chegou na sua reta final e seus seis meses de exibição foram um sucesso no horário das sete da Globo. Só que a agitação não ficou apenas na vida dos personagens da novela, já que os atores fora das câmeras também se envolveram em polêmica, novos romances, entre outras coisas.

Por conta disso, o NaTelinha listou seis fatos que aconteceram na produção de Bom Sucesso que não foram vistos no ar. Tem desde o novo namoro de Grazi Massafera a agressão em atriz.

Confira:

Fabiula Nascimento e ameaça

Fabiula Nascimento é opositora ao governo de Jair Bolsonaro e o criticava através das redes sociais. Claro que muitos eleitores – tendo muitos robôs – não gostaram e passaram a atacá-la pela internet.

“Ouvi absurdos, até desejos de morte. De quem vem essas mensagens? De robôs ou seres humanos? De um adolescente de 12 anos ou de alguém com intenções reais? A internet é esse escuro”, disse em entrevista ao UOL em setembro.

Fabiula é casada com Emílio Dantas e não trabalhou apenas em Bom Sucesso no ano passado, interpretando a personagem Nana, mas também na série Sessão de Terapia, exibida no Globoplay.

Sheron Menezzes heroína

Atualmente em Bom Sucesso, Sheron Menezzes teve um ato de heroísmo no final do ano passado. A artista teria salvado uma família em um incêndio num condomínio fechado no Rio de Janeiro.

De acordo com informações publicadas pela colunista Fabia Oliveira, do jornal O Dia, Sheron percebeu que uma casa estava pegando fogo em Vargem Grande, Zona Oeste da cidade carioca, e resolveu ajudar os vizinhos, entrando rapidamente na residência enquanto outras pessoas apenas ficaram observando.

Ela teria salvado duas crianças e um cachorro, retirando-os do espaço que o incêndio consumia. A atriz não parou por aí e ainda pegou baldes de água, impedindo que o fogo se alastrasse pelo restante da residência.

Após o susto, Sheron teria recebido a notícia que os vizinhos prejudicados pelo fogo estavam bem, o que a tranquilizou e a fez retornar para sua casa. Contudo, no dia seguinte, ela teria procurado a família para saber como eles estavam.

Grazi Massafera e Caio Castro

Os boatos que Caio Castro e Grazi Massafera estão juntos começaram a circular na internet desde o começo de setembro, quando teriam sido flagrados aos beijos numa festa na casa do apresentador Luciano Hulk.

Os dois também foram juntos ao Rock in Rio 2019, curtindo os shows na pista ao invés de passarem o tempo todo no camarote, local que ficou cercado de jornalistas e fotógrafos.

Em novembro, com o fim de A Dona do Pedaço, Caio promoveu uma festa com o elenco da novela e Grazi foi uma das convidadas. Além disso, eles passaram o Réveillon juntinhos, o que apenas alimentou mais ainda a certeza sobre a dupla estar junta. Vale destacar que eles não assumiram o relacionamento publicamente.

Igor Fernandez e namoro

Igor Fernandez, ator que dá vida ao personagem Luan, surpreendeu os fãs e publicou um vídeo no final de outubro comemorando seu cinco anos de namoro com Gabriel Soares. “Do nada fiz cinco anos de namoro. Olha que loucura. Foi ontem, Gabriel”, postou o ator na legenda.

“E tem que ser assim [coragem pela postura sincera]! O amor precisa de espaço. Chega de hipocrisia e medo de ser você mesmo. O mundo é esse e não adianta fingir que não é. Amor é multidimensional”, afirmou Igor nos comentários da postagem.

“Também espero que a cada dia que passe as pessoas consigam tratar isso cada vez mais com naturalidade!”, respondeu Gabriel ao namorado. Na época, houve alta repercussão sobre a declaração.

Carla Cristina agressão

Carla Cristina vive uma personagem divertida em Bom Sucesso, mas em setembro passou por uma situação chata em um show de Ludmilla. Ela contou para revista Contigo que sofreu agressões verbais e físicas quando estava a caminho do camarim da funkeira.

“Espero que a justiça seja feita, porque nada fiz para ser tratada com tanta brutalidade [pelo segurança do evento]. Mulher nenhuma merece apanhar. O desequilíbrio dele com as mulheres era gritante”, declarou a atriz.

“Estávamos todos na fila, que era bem pequena, supertranquilos e felizes, aguardando a minha vez de entrar e cumprimentar Ludmilla — na noite anterior a tinha encontrado em um outro evento de música.  A ignorância dele foi imensa. Fui extremamente mal tratada e agredida. Era bem evidente a expressão dele que faz e acontece, e tem a certeza que vai fazer de novo, e nada vai acontecer”, explicou na época.

Se não fosse o restante da equipe da Ludmila, seguranças e outros, ele tinha se soltado e feito pior. Porque enquanto eles o seguravam, ele dava muito chute na gente. Não se pode deixar uma pessoa tóxica na equipe estragar todo um trabalho de tantas lutas”, concluiu.

Apologia ao aborto

O Ministério Público Federal abriu inquérito em novembro para investigar a Globo por conta de uma cena de Bom Sucesso. Integrantes da promotoria acusam a novela das sete de promover apologia ao aborto. Na época, o NaTelinha conversou com especialistas e todos foram taxativos: não houve descumprimento de nenhuma norma.

A cena em questão foi um debate entre Nana (Fabiula Nascimento) e Paloma (Grazi Massafera). Enquanto a primeira está dividida entre manter ou não sua gravidez, já que sequer sabe quem é o pai e não tem interesse em ter outro filho, a segunda pondera sobre a importância de manter a gravidez e ser responsável pelos atos, certos ou errados.

“As emissoras deveriam observar na sua programação as cautelas necessárias às peculiaridades do público infantojuvenil", apontou o Procurador da República, Fernando de Almeida Martins, responsável pelo inquérito. Ele solicitou, através de ofício ao Ministério da Justiça, saber qual foi o horário exato da cena e qual a classificação indicativa recomendada para Bom Sucesso.

"O MPF solicitou para a Coordenação de Classificação Indicativa, do Departamento de Promoção de Políticas de Justiça, do Ministério da Justiça, o horário de exibição e a classificação indicativa adotada para a novela. O MPF também pediu análise específica do capítulo em que a temática sobre aborto foi discutida, sob justificativa de incompatibilidade de exibição desse tipo de conteúdo ao horário infantojuvenil", informou o MP.

A novela das sete teve Classificação Indicativa recomendada para maiores de 12 anos, segundo decisão do Ministério da Justiça que justificou que a trama contém sexo, drogas e violência. Isso se enquadra, portanto, na faixa infanto-juvenil.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!