Perseguição

Topíssima: Edison corre risco de morrer na prisão

Mais uma morte pode marcar a continuidade da novela


Edilson durante cena de Topíssima
Edilson ficará marcado para morrer em Topíssima. Foto: Divulgação

Edilson (Bruno Guedes) pode estar com os dias contados em Topíssima. Na novela da Record, escrita por Cristianne Fridman, o vilão ficará marcado para morrer após a prisão de Pedro (Felipe Cardoso) e não tiver mais como defendê-lo na cadeia.

Tudo acontecerá em cenas previstas para irem ao ar na próxima terça-feira (03), após a prisão do policial corrupto, Edilson saberá que sua proteção acabou a partir daquele momento porque Pedro fará companhia a todos atrás das grades e que isso o coloca em perigo.

E ele estará certo, já que automaticamente ele passará a sofrer perseguição de outros presos. Tudo porque, todos sabem que Paulo Roberto (Floriano Peixoto) está preso e que Taylor (Emílio Orciollo Netto)  morreu. Diante disso, ele tem consciência do perigo que passou a correr.

Os presos não terão piedade ao vê-lo apavorado e começarão a ameaçá-lo de morte, o que fará com que o jovem passará a ficar apavorado. O desespero será tão grande a tal ponto de Edilson entrar em contato desesperado com Vitor (Vitor Novello).

Edilson corre risco em Topíssima

Mesmo conversando com Vitor e tentando convencer o advogado a ajudá-lo, Edilson continuará apavorado com a sua situação no presídio. Ele tentará buscar proteção de André (Sidney Sampaio) sem saber se conseguirá algum resultado favorável.

No meio tempo, a única coisa que Edilson saberá é que ele está marcado para morrer e terá que correr contra o tempo para continuar vivo em Topíssima.

Mais Notícias