Virando vilã

"A Que Não Podia Amar": Cíntia quer fazer Ana Paula perder o bebê

Ela pedirá ajuda de Elias

Cíntia (Susana González) quer provocar aborto de Ana Paula (Ana Brenda Contreras)

Publicado em 05/07/2019 às 17:35:29 ,
atualizado em 05/07/2019 às 17:50:51

Por: Daniel César

Nos próximos capítulos de "A Que Não Podia Amar" Cíntia (Susana González) vai se tornar cada vez mais vilã. Na trama mexicana exibida pelo SBT, a mulher que começa a assumir o papel após Rogério (Jorge Salinas) se regenerar irá dizer que quer evitar que o filho de Ana Paula (Ana Brenda Contreras) nasça.

E Cíntia vai além de apenas pensar, ela irá verbalizar sua intenção. "Eu quero que o bebê não chegue a nascer", sentenciará ela para Elias (Fabian Robles). Em cenas previstas para irem ao ar na próxima segunda-feira (08), a mulher mostrará toda sua inveja pela rival.

O plano de Cíntia acontece porque ela sabe que, caso a criança nasça, as chances de Ana Paula voltar com Gustavo, o pai do bebê, é ainda maior. Como é apaixonada pelo mocinho, ela tentará fazer de tudo para permitir que os dois voltem a ficar juntos.

E não será apenas um comentário, a nova vilã de "A Que Não Podia Amar" chegará ao ponto de pedir ajuda para seu comparsa evitar que o filho da mocinha chegue a nascer. Cíntia irá propor a Elias que ele faça alguma coisa para que Ana Paula sofra um aborto espontâneo.

A situação acontecerá no mesmo dia que a protagonista finalmente fica sabendo que Rogério está desaparecido porque viajou para fazer uma cirurgia e voltar a andar. No mesmo dia, Ana Paula conseguirá falar com seu marido após quase uma semana e ele procurará acalmá-la, já mostrando que os dois estão entrando em sintonia.

Todas essas situações são a preparação para mais uma virada da novela, quando Rogério começa a conquistar o amor de Ana Paula. "A Que Não Podia Amar" tenta voltar a subir nos índices de audiência, já que, após chegar a atingir mais de 10 milhões de telespectadores no Brasil, a novela vive um viés de queda e bateu recorde negativo na grande São Paulo.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!