Flor conseguiu voltar ao SBT com pedido a Deus e ajuda de segurança

Reprodução

Publicado em 18/05/2018 às 06:00:31 ,
atualizado em 18/05/2018 às 12:26:09

Por: Sandro Nascimento

Após ter conquistado projeção nacional como jurada do "Show de Calouros" nas décadas de 80 e 90, Flor ficou mais de 10 anos fora do SBT. Neste período, chegou a buscar outras profissões, mas sem sucesso. Hoje, ela comemora seu retorno à emissora e acredita que o convite partiu devido a sua relação de confiança com Silvio Santos.

"O Silvio viu que nunca fui atrás dele (no período que ficou fora ar), nunca pedi nada. Isso conta pra ele. Tem pessoas que pedem e ele atende, mas você corre o risco dele nunca mais querer te ver na frente. Outra coisa, eu creio que o Silvio gosta de estar perto do pessoal que ele tem intimidade, mas ele espera pra ver quem pode estar próximo. Eu aproveito a oportunidade que tenho, faço o melhor e aproveito aquela vitrine. Então, ele sabe que comigo não vai ter problema, que pode confiar, que nunca vou aborrecer. Isso conta, é muito bacana", explicou Flor, que trabalha na televisão desde 1982, sempre ao lado do "homem sorriso".

Eu não pedi nada para ninguém, só pra Deus. Meu sonho era ter um crachá, para levantar aquele cancela na entrada do SBT

Flor

Iniciando sua carreira na TV como telemoça, Flor fala que durante sua ausência do meio, chegou a pensar que não iria mais voltar. Por conta disso, precisando trabalhar, passou a procurar outras alternativas profissionais como terapeuta e até empresária da sua irmã, que é atriz. "Ela que não deixou. Eu tentei de tudo", frisa.

Para a ex-jurada, a rota do seu destino se alterou quando teve uma conversa franca com Deus, sobre seu desejo de voltar à televisão e ficar perto de Silvio Santos. "Eu assistia ao pessoal do 'Pontinhos', curtia e era fã. Estava vivendo meu mundo, fazendo meu programa aqui no interior. Um dia conversei com Deus que gostaria de voltar. Eu gosto de televisão, mas gostaria de estar perto do Silvio de novo. 'Se for possível, Deus, você me leva e me diz, quando, onde, e por quê?'", conta a integrante do "Jogo dos Pontinhos".

Logo depois, Flor descreve que a avisaram sobre o Ratinho ter dito no ar que gostaria de revê-la. Esperançosa, ligou para a produção do programa, mas para sua tristeza, quem atendeu não a conhecia. Desolada, desligou. Mas sua irmã insistiu e conseguiu viabilizar a participação. "Eles marcaram. Tudo aconteceu sem eu fazer, sem eu pedir", diz.

Após a gravação no "Programa do Ratinho", nos bastidores, Flor encontrou um segurança chamado Divino, que era seu amigo desde a época que trabalhava no SBT. "Eu tava batendo maior papo com ele, quando o Ratinho saiu do camarim, eu cumprimentei e continuei com o Divino. Então, ele falou: 'poxa Flor, você não mudou nada. Por que você não vai participar do programa do Silvio?'. Ele pediu meu telefone. Depois, quando o Divino estava entregando para a Sônia Mello, produtora do programa, Silvio passou naquele instante e ele mesmo pegou meu telefone. Coisa do destino", relembra.


publicidade

Flor revela que após o contato, participou do quadro "Sino Musical", porém, teve que aguardar 11 meses para retornar ao "Programa Silvio Santos" em uma participação especial no "Jogo do Pontinhos", quando Patricia Abravanel precisou se ausentar.

"Eu iria fazer apenas um programa, fiz outro e outro. Quando a Patrícia estava para retornar, ele me disse: 'a minha filha está voltando'. Eu respondi: 'Silvio, nem precisa falar, eu vim para fazer um programa e fiquei um mês. Estou muito feliz e muito obrigado. Precisou de mim, me chama'", relembra.

Na mesma semana, surgiu outro convite do patrão para fazer o quadro "Jogo das Três Pistas", com Décio Piccinini. "Depois ele foi viajar. Quando o Silvio voltou, isso foi em 2012, me chamou pra fazer o 'Pontinhos'. Quando acabou a gravação eu falei pra ele: 'quando precisar de estepe, chama o pneu aqui'. Ele olhou pra mim e falou: 'mas você não é estepe', Na hora eu não entendi. No camarim me disseram que seria fixa", explica.

"Eu não pedi nada para ninguém, só pra Deus. Meu sonho era ter um crachá, para levantar aquele cancela na entrada do SBT", se emociona, ao mesmo tempo que afasta qualquer rusga entre as outras participantes do "Jogo dos Pontinhos": "Somos uma família e agora atingimos a maturidade. Sabemos até onde podemos ir. Se algo não deu certo, a gente se fecha na sala e conversa, se acerta ali mesmo".

Hoje, além do "Jogo dos Pontinhos", a ex-jurada é desde 2009 apresentadora do diário "Versátil & Atual", exibido a partir das 15h na Rede Família, do Grupo Record.

Por fim, Flor relembra os conselhos que o dono do SBT lhe deu no início da sua carreira: "'eu quero que você seja você, a gente melhora com tempo, vai adquirindo maturidade. Seja você. Se inventar muito se perde a naturalidade'. Eu segui à risca, procurei ser eu mesmo, ele gosta de espontaneidade".



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade