Reportar erro
São Paulo

Manifestantes fazem protesto em frente à sede da Globo e culpam mídia pela prisão de Lula

lulapensativo_f7e9c3c35b647557f445dc7f9a8599325d986912.jpeg
Lula está preso desde o dia 7 de abril
Redação NT

Publicado em 18/04/2018 às 09:15:55

Na noite desta terça-feira (17), manifestantes caminharam da estação Morumbi do metrô até a sede da Globo, em São Paulo, para apoiar Lula e denunciar o que chamam de "golpe político-midiático" com a prisão do ex-presidente.

Segundo a organização e a Polícia Militar, cerca de 300 pessoas ligadas a entidades de esquerda participaram do ato, fechando as duas faixas da direita da marginal Pinheiros, entoando palavras como "Lula inocente, Lula presidente" e "Lula não se prende, Lula é a gente". Com informações do jornal Folha de S.Paulo.

Os manifestantes seguravam cartazes chamando a mídia de manipulada e com os logotipos de Globo, Record TV, SBT e Band, além de revistas e jornais. Mas o alvo principal foi mesmo a rede fundada por Roberto Marinho.

A ação, organizada pelos movimentos Frente Povo Sem Medo e Frente Brasil Popular, contou também com gritos como "A verdade é dura, a Rede Globo apoiou a ditadura e ainda apoia", "Mídia golpista" e "O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo".

Chegando à portaria da Globo, um dos participantes tentou empurrar o portão de acesso para ocupar a sede, mas foi contido pelos demais. No prédio, seguranças cercavam o acesso e funcionários olhavam assustados.

Acompanhada pela polícia, o ato terminou de forma pacífica.

 

TAGS:
Mais Notícias