Relembre 12 atores que faleceram enquanto estavam no ar

Fotos: Divulgação

Publicado em 07/01/2018 às 11:10:36

Por: Taty Bruzzi

No último dia 28 de dezembro, o Brasil relembrou os 25 anos da morte trágica de Daniella Perez. Aos 22 anos e com a carreira em ascensão, a atriz foi assassinada por Guilherme de Pádua e a esposa na época, Paula Thomaz.

Na ocasião, os dois trabalhavam juntos em “De Corpo e Alma”, novela escrita pela mãe da atriz, Gloria Perez, e faziam par romântico. Para justificar sua ausência, a personagem da atriz foi estudar fora enquanto o personagem do ator simplesmente sumiu da trama.

Assim como aconteceu com a jovem, muitos atores faleceram durante um trabalho, fazendo com que o autor precisasse encontrar um desfecho para seus personagens. Destacamos 12 casos semelhantes.

Confira:

Cláudia Magno

Com pouco tempo no ar, a atriz precisou se afastar do elenco de “Sonho Meu”. Em janeiro de 1994, com a saúde debilitada por causa da AIDS, ela veio a falecer decorrente de uma insuficiência respiratória aguda. Na ocasião, Cláudia Magono tinha apenas 35 anos.

Chiquinho Brandão

Em 1991, o ator morreu em um acidente automobilístico na Lagoa Rorigo de Freitas, no Rio de Janeiro. Na época, o ator vivia Chico Bagre na minissérie “O Sorriso do Lagarto”. Com 20 capítulos já gravados, sua ausência foi compensada com a entrada de Stepan Nercessian, que interpretava o primo do personagem.

Domingos Montagner

Protagonista de “Velho Chico”, o ator de 54 anos estava no município de Canindé de São Francisco, em Sergipe, participando de uma gravação da novela já em sua reta final. Segundo testemunhas, logo após o almoço, já liberados das gravações, ele e a atriz Camila Pitanga foram dar um mergulho no rio São Francisco, sendo surpreendidos pela correnteza. A atriz conseguiu se salvar, já Montagner se perdeu pelas águas. O acidente chocou o Brasil. Para o desfecho da trama, o diretor Luiz Fernando Carvalho inovou utilizando uma câmera subjetiva, como se o ator ainda estive ali.

Francisco Milani

Lutando há cinco anos contra um câncer no reto, Francisco Milani faleceu em agosto de 2005 logo após passar alguns dias internado. Na época, o ator estava no ar em “A Grande Família” como Juvenal, o tio mala que aparecia esporadicamente no seriado.

Jardel Filho

Em fevereiro de 1993, Jardel Filho morreu vítima de um ataque cardíaco enquanto estava em casa. O ator vivia o mecânico Heitor, um dos protagonistas de “Sol de Verão”, quando faleceu faltando apenas 17 capítulos para o término da trama, que acabou sendo antecipada.


publicidade

Lauro Corona

O ator interpretava o português Manoel Vitor em “Vida Nova”. Já em sua reta final, precisou se afastar das gravações por problemas de saúde. Em seu desfecho, o personagem retornou a Portugal. A sequência de sua partida foi uma das mais belas já vistas na TV brasileira. No capítulo, seu personagem partia em uma noite chuvosa ao som de um poema de Fernando Pessoa declamado em off pelo ator. Lauro Corona faleceu dois meses após o fim da trama, aos 32 anos, por complicações decorrentes do vírus da AIDS.

Luiz Carlos Tourinho

Em janeiro de 2008, o ator veio a falecer vítima de uma parada cardio-respiratória decorrente de um aneurisma cerebral. Na época, ele vivia o Nezinho em “Desejo Proibido”. Seu personagem simplesmente desapareceu.

Mário Lago

O veterano ator finalizou sua brilhante carreira durante participação em “O Clone”. Aos 90 anos, Mário Lago faleceu em maio de 2002, antes de a produção ser encerrada, vítima de enfisema pulmonar.

Miriam Pires

A cozinheira Clementina de “Senhora do Destino” (2004) morreu no meio das gravações de Toxoplasmose, depois de ficar um mês e meio internada. A atriz Cristina Müllins foi escalada para viver a filha da personagem e acabou lançando um livro de receitas no final da trama em sua homenagem.

Rogério Cardoso

Ele dava vida ao querido avô Seu Floriano, na série “A Grande Família”, quando sofreu um ataque cardíaco fulminante, aos 66 anos, em julho de 2003. Com a perda, o ator Francisco Milani foi chamado para ingressar no elenco fixo da produção no papel do tio Juvenal, também falecendo dois anos depois.

Sergio Cardoso

Faltando 18 capítulos para o final de “O Primeiro Amor” (1972), o protagonista da trama, o ator Sérgio Cardoso, faleceu vítima de um ataque cardíaco, provocando uma grande comoção no Brasil. Nos últimos capítulos, o ator foi substituído pelo amigo Leonardo Villar.

Umberto Magnani

Em abril de 2016, o ator estava no ar no papel do padre Romão, em “Velho Chico”, quando passou mal durante as gravações e foi internado. Ele acabou tendo que ser submetido a uma cirurgia de emergência por conta de um acidente vascular encefálico, mas não resistiu e morreu no dia 27 de abril de 2016.



publicidade

TAGS:

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade