Reportar erro
Crime

Morte de Daniella Perez completa 25 anos; Gloria Perez homenageia a filha

"Filho não se conjuga no passado", disse a autora

daniellaperezatriz_0c58a5de121e1490fc75aac3baa7b46e785a97b1.jpeg
Reprodução
Redação NT

Publicado em 28/12/2017 às 10:31:16

Há exatos 25 anos, no dia 28 de dezembro de 1992, morria a atriz Daniella Perez, em um crime que chocou o país.

Nas primeiras horas deste 28 de dezembro de 2017, sua mãe, Gloria Perez, lembrou da data em um post no Instagram.

"25 anos é menos que 25 dias, que 25 horas, que 25 segundos. Filho não se conjuga no passado!", escreveu a autora de "A Força do Querer", com fotos ao lado da filha.

Daniella Perez tinha 22 anos quando foi assassinada pelo colega da novela "De Corpo e Alma", Guilherme de Pádua, que deu 18 golpes de tesoura até a morte da moça, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A primeira prisão do assassino de Daniella ocorreu em apenas 24 horas. A notícia de que Guiherme de Pádua era o autor do crime chocou todo o Brasil. Ele foi levado à delegacia e, de início, negou envolvimento no caso. Entretanto, acabou confessando horas mais tarde. Sua mulher na época, Paula Thomaz chegou a confessar participação no crime mas depois tentou voltar atrás no depoimento. Os dois foram presos no dia 31 de dezembro de 1992.

Guilherme chamou para si toda a responsabilidade do crime, porém, oito meses depois, em agosto de 1993, ele mudou seu depoimento afirmando que Paula também estava no local e que ela havia participado da morte.

Os dois foram condenados a 19 anos de prisão, entretanto, graças ao "bom comportamento", foram soltos em 1999, com apenas sete anos de pena cumprida.

Hoje, Guilherme de Pádua é pastor evangélico em Belo Horizonte.

Mais Notícias