Por incompatibilidade de conteúdo, "O Outro Lado do Paraíso" é reclassificada pelo MJ

Ministério da Justiça reclassifica a novela "O Outro Lado do Paraíso"

Bianca Bin como Clara para viver a nova fase da personagem em "O Outro Lado do Paraíso" - Divulgação/TV Globo

Publicado em 13/12/2017 às 09:33:09 ,
atualizado em 13/12/2017 às 10:25:18

Por: Thiago Forato

Após 10 anos, a Globo tem novamente uma novela das nove como inadequada para menores de 14 anos.

Nesta terça-feira (12), o Ministério da Justiça reclassificou "O Outro Lado do Paraíso", que antes não era recomendada para menores de 12 anos.

O despacho diz que durante a análise da novela, foram constatadas tendências como estupro, exploração sexual, prostituição e ato violento por contexto. "Todas incompatíveis com a autoclassificação sugerida", diz.

No documento, é informado que a Globo foi notificada a respeito da incompatibilidade do conteúdo com a faixa de 12 anos e que os ajustes realizados pela emissora não foram suficientes para sustentar a classificação da obra.

Portanto, "O Outro Lado do Paraíso" foi reclassificada como não recomendada para menores de 14 anos por conter violência, conteúdo sexual e drogas lícitas.

VEJA TAMBÉM

A última trama da Globo do horário que teve essa classificação foi "Duas Caras", produzida entre 2007 e 2008, de Aguinaldo Silva.

Vale lembrar que, em setembro de 2016, o Supremo Tribunal Federal suspendeu a vinculação de horários à classificação indicativa. Assim, o selo de classificação exibido é apenas uma recomendação ao telespectador.

 

 



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade