Reportar erro
Teve conversa grampeada

Reinaldo Azevedo oficializa novo acordo com a RedeTV!: "Inovação para o bem"

Jornalista será exclusivo da emissora

reinaldoazevedoredetv_29ee64de8b748375859864fc934617e857634776.jpeg
Divulgação/RedeTV!
Redação NT

Publicado em 26/05/2017 às 06:06:53

A RedeTV! oficializou nesta quinta-feira (25) um novo acordo com o jornalista e colunista política Reinaldo Azevedo.

Ele, que já atuava como comentarista especial do principal telejornal do canal, o "RedeTV! News", estreou na tarde de anteontem (24) com o programa "Pela Ordem", sendo exibido no YouTube e Facebook da emissora.

Além disso, seu blog foi migrado para o portal na web da RedeTV!. "Estou feliz com o que considero um novo desafio, porque estou trazendo um blog de política para um site de uma emissora de TV. Não é exatamente algo convencional, mas eu acho que será uma inovação para o bem. Estou especialmente contente porque a RedeTV! tem sido de uma correção profissional comigo impecável, de uma generosidade extrema, de uma fraternidade nem sempre encontrável no ambiente de trabalho", disse ele.

"É uma enorme satisfação ter o melhor colunista de política do Brasil conosco e aliar a credibilidade e inovação no jornalismo em diferentes plataformas. É a ampliação do projeto Reinaldo Azevedo na RedeTV!", afirmou Franz Vacek, superintendente de Jornalismo e Esportes.

O programa "Pela Ordem", de acordo com a emissora, registrou mais de 500 mil visualizações e 30 mil interações nas redes.

Polêmica

Pego num telefonema grampeado com a irmã de Aécio Neves, Andrea Neves, investigada no caso JBS, o jornalista e comentarista político Reinaldo Azevedo amplia seu espaço na RedeTV!.

Com o vazamento da conversa, onde criticou uma matéria de capa da revista Veja, Reinaldo pediu demissão da publicação e também aproveitou para se desligar da rádio Jovem Pan, onde apresentava o programa "Pingo nos Is" e já vinha negociando sua saída.

A divulgação do áudio foi criticada por jornalistas e entidades, já que foi violado o sigilo da fonte, um direito da profissão assegurado pelo artigo 5º da Constituição Federal.

Mais Notícias