Pressão de artistas

Congresso derruba veto de Bolsonaro e aprova leis de incentivo à cultura

Políticos aprovaram as leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc 2 com votação expressiva


Artistas tomam congresso para comemorar derrubada de vetos de Bolsonaro
Após pressão de artistas, políticos derrubam veto de Bolsonaro e aprovam leis de incentivo à cultura - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 05/07/2022 às 21:55:00,
atualizado em 05/07/2022 às 22:39:02

Na noite desta terça-feira (5), deputados e senadores derrubaram o veto de Jair Bolsonaro às leis de incentivo à cultura Aldir Blanc 2 e Paulo Gustavo. O presidente havia vetado os dois projetos sob a alegação de que eles contrariam o interesse público e não apresentam previsão orçamentária. Somadas, as duas leis preveem o incentivo de cerca de R$ 7 bilhões em 2022 e R$ 3 bilhões pelos próximos quatro anos de forma contínua para o setor cultural brasileiro.

Com os textos de volta ao congresso, 414 deputados e 69 senadores não concordaram com o veto de Bolsonaro e aprovaram as leis. Os políticos se reuniram em sessão conjunta no congresso, em Brasília, e, desde o início da tarde, deliberavam sob o tema. Representantes do setor artístico também estavam presentes na sessão, acompanhando tudo que estava sendo decidido.

Logo após o veto de Bolsonaro às referidas leis, pessoas ligadas ao setor cultural, incluindo famosos, tomaram voz no congresso para tentar convencer os congressistas a derrubarem os projetos. Nomes como Vera Fischer, Leona Cavalli, Babu Santana e Debora Evelyn foram alguns que fizeram questão de lutar para que as leis fossem aprovadas.

Julia Lemmertz viraliza ao pedir derrubada de veto de Bolsonaro para incentivos culturais

imagem-texto

Em um discurso feito por Julia Lemmertz para os congressistas, registrado em um vídeo que viralizou nas redes sociais, ela surge dizendo que a cultura é um direito de todos, independente de partidos. "Venho pedir pela derrubada dos dois vetos, não só porque são leis complementares, mas porque é preciso de uma vez por todas que a gente olhe para cultura e a gente possa ter um Plano Nacional de Cultura", afirmou.

"A cultura é um bem para todos, seja lá o partido que você for. Você consome cultura ao ouvir musica, ler livro, quando vai ao teatro, você consome cultura sempre. É muito triste a gente morar num país onde o que deveria ser mais cuidado e mais acarinhado... porque, na verdade, a cultura é o que consola, é que dá sentido as misérias da vida, é que faz a gente pensar. Você sai de uma sessão cultural transformado", completou. 

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias