O poder da compra

O que é T-commerce, tecnologia usada pela Globo no É de Casa?

É de Casa deu o start na tecnologia

O que é T-commerce, tecnologia usada pela Globo no É de Casa?
Ilustração

Publicado em 12/08/2020 às 09:23:06

Por: Redação NT

A Globo estreou no último sábado (8), no É De Casa, uma tecnologia inédita na TV aberta, sendo acessível para a maioria da população. A iniciativa foi resultado da união da tecnologia e negócios na busca por soluções de comunicação com alto potencial de impacto. Trata-se do T-commerce, que possibilita a compra em tempo real, impulsionada pela TV a partir do controle remoto.

Ainda há inserções previstas para as próximas semanas, onde o público pode encontrar produtos inspirados no cenário do É De Casa no site de uma empresa varejista.

Costume de há algum tempo do público, o t-commerce é fruto do advento dos aparelhos de TVs digitais. É a união desse mundo com o do e-commerce.

Ele envolve o uso da tecnologia por trás da televisão digital para enviar publicidade aos telespectadores. Algumas estratégias, aliás, incluem o uso de um banner para propaganda acima além dos comerciais de TVs tradicionais que os patrocinadores criam e exibem.

Influenciados pela compra

A possibilidade sempre existiu no imaginário popular. "Se eu tivesse essa panela da Ana Maria Braga" ou "queria poder comprar essa gravata do William Bonner". Com essa tecnologia, isso se torna possível.

Apenas com um comando do controle remoto, é possível expandir a interatividade da tela, que é dividida aos produtos e eventuais promoção da loja.

Vale lembrar que as primeiras entregas do t-commerce ocorrem para quem já possui televisores com receptor digital integrado ou que estão ligados a um conversor externo com antena apropriada.

No Brasil, estima-se que cerca de 35 milhões de televisores possuam a tecnologia.

O futuro já começou

Tido como a tecnologia do futuro há alguns anos, o comércio eletrônico via TV, a união do entretenimento com o mundo do comércio eletrônico se tornou ainda maior.

O modelo do t-commerce oferece também novas oportunidades de marketing para marca, ampliando o leque de opções, para não ficar somente nas inserções comerciais ou no merchandising. A tecnologia ainda possibilita uma nova experiência ao consumidor.

O t-commerce só está começando, e sua continuidade vai depender unicamente do retorno gerado, ensininando o público a consumir a tecnologia, do mesmo modo que isso foi feito com o e-commerce.

 


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!