Reportar erro
Doentes

Rádio do Grupo Record vira alvo do coronavírus

Dois radialistas estão com o vírus, outros cinco profissionais estão com suspeitas

José Aldo Pinheiro e Guilherme Baumhardt
Radialistas estão com coronavírus - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 01/04/2020 às 06:10:00

Os jornalistas José Aldo Pinheiro, de 54 anos, e Guilherme Baumhardt, de 37, foram diagnosticados com o novo coronavírus e tiveram que se afastar da rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul, que faz parte do Grupo Record. Enquanto os dois radialistas estão se recuperando na CTI, outros cinco profissionais estão com suspeita da Covid-19 e foram isolados. O clima é de medo entre os funcionários da rádio.

Guilherme e Aldo foram internados no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. No dia 29 de março, Baumhardt conversou com seus amigos de Facebook e explicou como estava se sentindo.

“Sigo na CTI do Hospital Moinhos de Vento, recebendo oxigênio, mas sem a necessidade de ser entubado, algo que quase ocorreu ontem, mas um dos exames mostrou que ainda não era preciso”, afirmou. “Permaneço deitado a maior parte do tempo. Assim, praticamente não sinto falta de ar, o que muda radicalmente se preciso fazer qualquer movimento. Aí a sensação não é das melhores. O ar some”, acrescentou.

“Não há prazo para alta. Estou sendo muito bem atendido e tratado. Saudade gigantesca de uma porção de gente, em especial da minha filhota. Minha esposa tem sido uma gigante na tarefa de cuidá-la. Nenhuma surpresa para mim. Obrigado pela torcida, mensagens, orações. Estão ajudando demais”, concluiu o jornalista.

José Aldo não se manifestou através das redes sociais, mas continua realizando tratamento para se recuperar da Covid-19.

Rádio do Grupo Record vira alvo do coronavírus

Casos suspeitos

O jornalista Juremir Machado se encontra isolado em um quarto no Hospital da PUC, Ele apresentou sintomas, precisou fazer exames e aguarda os resultados dos testes do novo coronavírus, mas ele continua ativo nas redes sociais. Os profissionais Davis Rodrigues, Fábio Marçal, Celestino Neto e Guilherme Kepler foram afastados das suas funções e se encontram isolados porque apresentaram sintomas da Covid-19.

“Eu não consegui fazer o exame apesar de apresentar todos os sintomas e de ter tido contato com um contaminado”, escreveu Fábio em sua conta do Twitter após compartilhar um vídeo da repórter da Globo, Camila Bomfim.  Fontes ouvidas pelo NaTelinha, contaram que a rádio não estaria obedecendo as normais de prevenção  para que os profissionais não se contaminem com o vírus.

Rádio do Grupo Record vira alvo do coronavírus

Procuradas pelo reportagem, a Record e a rádio Guaíba não se manifestaram sobre o assunto. Caso respondam, a reportagem será atualizada.

Coronavírus e o jornalismo

Por causa da pandemia do novo coronavírus, emissoras de televisão estão suspendendo gravações de novelas e programas de entretenimento, mas o jornalismo ganhou mais espaço nas programações, o que levantou a curiosidade para saber como os profissionais desta área estão lidando com este momento que tem assustado o mundo todo.

O NaTelinha conversou com direções de vários canais para saber quais medidas de segurança estão adotando para que os jornalistas e demais funcionários de bastidores evitem a contaminação da doença, sendo que a resposta foi unânime: os cuidados foram redobrados.

Além disso, a reportagem também falou com a enfermeira Chrystina Barros, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), sobre os cuidados que a imprensa deve adotar neste momento.

“Por isso é importante para vocês, jornalistas, que se cuidem também. Se for fazer uma entrevista, mantenha uma distância de um metro e meio, dê dois passos pra trás em relação ao entrevistado. Microfone, lembrem-se, tentem fazer uma limpeza na sequência e almofada que a pessoa fala com certeza carrega saliva”, explicou.

Mais Notícias