Reportar erro
Alteração de nome

Claro incorpora a Net, mas não muda nada para os clientes

Net deixa de existir

Claro-Net_21254f24cdfc24df181097bb288b46d6ff975147.jpeg
Net deixa de existir e é incorporada à Net
Daniel César, com Naian Lucas, Thiago Foratto

Publicado em 15/07/2019 às 22:15:30

A Net deixou de existir. Segundo comunicado da empresa, ela passa a se integrar aos serviços da Claro, empresa da qual ela já fazia parte desde 2015. Embora a mudança já seja notada pelos clientes, não há mudança prática alguma.

O NaTelinha conversou com a assessoria de comunicação da Net que confirmou a incorporação, deixando claro que nada irá mudar para os clientes que já são assinantes dos produtos das duas empresas.

“Nada muda nos planos e nas políticas comerciais já contratados pelos clientes. Quem combina NET e Claro já conta com benefícios e ofertas exclusivas, como o dobro de internet no celular e dobro da velocidade na banda larga em casa. A partir de agora, o Claro Clube passa a ser um programa integrado de benefícios, para todos os clientes da Claro, com políticas específicas para cada segmento. Consulte o site www.claro.com.br/claro-clube

Com relação aos serviços, a NET TV passa a ser Claro net tv, enquanto os produtos de banda larga passam a se chamar Claro net vírtua. Os telefones para atendimento permanecem os mesmos, de acordo com o serviço contratado.”, explicou em nota oficial enviada à reportagem.

A assessoria de comunicação explicou ainda que houve uma razão para que a Net passasse a se chamar simplesmente Claro.

“A NET e a Claro já estavam juntas desde 2011, com o Combo Multi. E passaram a ser a mesma empresa em 2015. Agora, a NET está dentro da Claro. Com a mudança, a marca que lidera o crescimento do mercado móvel, nesse momento dá mais um passo na integração de seus serviços, ampliando seu portfólio com soluções convergentes com a NET, marca líder em serviços residenciais. Os clientes NET continuarão com seus serviços, tanto em casa como em suas empresas normalmente.”

Quem não é cliente Net e se empolgou com a alteração não deve se empolgar. É que, cidades que possuem a tecnologia Claro, mas não contava com a Net também não terão nenhuma alteração alguma.

Por fim, o texto enviado ao NaTelinha explica que a intenção da Claro é se manter como potencial empresa para o crescimento do setor, tentando fugir da retração do mercado de TV fechada.

“A Claro vem liderando o crescimento do mercado móvel e com esse movimento se torna líder também nos segmentos de TV e banda larga. Isso permite uma oferta integrada e convergente de serviços, incluindo conectividade fixa e móvel, entretenimento e conteúdo em todas as telas, tudo em uma só marca.

A marca Claro, que foi criada no Brasil e exportada para vários países da América Latina, passa a concentrar os investimentos e sua atuação mercadológica, ficando ainda maior e mais forte, com presença global e portfólio completo de serviços.”

Mais Notícias