Reportar erro
Fuga em massa?

Em queda, TV paga agora pode ser cancelada pela internet

TV paga vem em queda há pelo menos quatro anos e futuro não é nada animador

Família vendo TV
Assinaturas da televisão por assinatura caem há quatro anos - Ilustração
Redação NT

Publicado em 14/05/2019 às 11:46:04

Com queda na base de assinantes há pelo menos quatro anos, a televisão por assinatura ganhou mais um ingrediente que pode agravar a debandada.

Se antes o cancelamento era exclusivo pelo telefone, a partir de agora, uma atualização na Lei da Comunicação Audiovisual de Acesso Condicionado determina que os usuários podem cancelar os contratos por meio do telefone, internet e também pessoalmente.

A medida foi aprovada pelo Senado em março e o projeto que previa as mudanças foi sancionado nesta segunda-feira (13) pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

A novidade foi oficiliazada no Diário Oficial da União e já conta nesta terça (13). A lei entra em vigor no prazo de 30 dias.

No mês de março, a TV paga perdeu 136,5 mil assinaturas em relação a fevereiro.

Dentre as razões pelo cancelamento, os clientes alegam pacotes pouco atrativos, preço alto e a pouca possibilidade de assistir realmente o que quer.

A proliferação do streaming e outros tipo de entretenimento minaram de vez a TV por assinatura no país. A expectativa não é nada animadora e deve continuar com viés de queda nos próximos meses.

TAGS:
Mais Notícias