Planos ambiciosos

Niterói quer se transformar em centro internacional de produção de filmes e TV

Com belas paisagens e obras arquitetônicas, Niterói visa ser referência no mercado audiovisual

Sérgio Sá Leitão e o prefeito de Niterói Rodrigo Neves

Publicado em 23/07/2018 às 09:57:02 ,
atualizado em 23/07/2018 às 10:06:49

Por: Thiago Forato

A cidade de Niterói revelou que tem planos ambiciosos de transformar a cidade em um centro internacional de produção de filmes, televisão e novas mídias.

O anúncio foi realizado na semana passada, em Los Angeles, pelo prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, e o Ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. O fato, aliás, é destaque na revista norte-americana Variety desta segunda-feira.

Dentre as metas, constam:

- Criação de um novo fundo de investimento em cinema e TV por meio de uma parceria de fundos entre a cidade e a Ancine (Agência Nacional de Cinema), elevando o fundo em 2019 para R$ 20 milhões.

- Uma linha de financiamento especial de R$ 1 milhão em 2019 para produções filmadas em Niterói.

- Um incentivo fiscal através da redução do imposto municipal aplicável aos serviços de produção.

- O lançamento da Niterói Film Commission.

- Um Museu do cinema brasileiro.

- Um programa permanente e contínuo, intercâmbio de professores e pesquisadores para desenvolvimento de projetos, de roteiros e outros cursos de treinamento.

- Por último a hospedagem do 4º Festival de Cinema do BRICS em 2019.

"Estamos dando total apoio ao esforço de Niterói, co-investindo com a PRefeitura através do Ministério da Cultura e da Ancine", disse o ministro Sá Leitão, que destacou em sua apresentação que as indústrias criativos representam 2,6% do PIB do Brasil, gerando mais de um milhão de empregos diretos e quase R$ 10 bilhões em receitas tributárias.

Somente o setor audiovisual gera uma renda de quase R$ 25 bilhões e 95 mil empregos. O crescimento futuro é projetado apesar da crise que afeta o país atualmente.

"O cinema sempre teve um grande impacto histórico e cultural em Niterói", disse Neves, que acrescenta: "Não foi por acaso que o primeiro curso de cinema do país foi criado em Niterói há 50 anos na Universidade Federal de Niterói".

O prefeito destacou que metade da cidade é designada como área de proteção ambiental. "Nossas paisagens incluem a beleza natural da Baía de Guanabara, magníficas praias, parques, prédios históricos e um grande complexo de obras arquitetônicas do renomado Oscar Niemeyer, incluindo um dos museus mais famosos do mundo, o Museu de Arte Moderna, situado a apenas 15 km do Rio de Janeiro", disse ele.

Para Neves, enquanto muitas cidades enfrentam dificuldades econômicas, Niterói avança para investir em cinema e TV, alavancando o desenvolvimento da cidade. Sá Leitão concordou: "O novo pacote de medidas será fundamental para fortalecer Niterói como modelo audiovisual nacional e internacional".



publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!