Biografia

"Sou geminiano, e geminiano nunca é uma coisa só. No meu caso, deveria botar em meu cartão de visita: escritor, pecuarista e médium psicofônico"

  • Nome: Walther Luís Negrão
  • Nascimento: 24/05/1941
  • Idade: 80 anos
  • Sígno: Gêmeos
  • Estado civil: Casado
  • Profissão: Autor de novelas
  • País: Brasil
  • Cidade: Avaré (SP)

Walther Negrão é autor de novelas. Ainda na adolescência, já estudava dramaturgia e fazia seus primeiros trabalhos na TV, como figurante em novelas da Tupi, nos anos 1950. A estreia como roteirista foi com adaptações de textos radiofônicos para o Grande Teatro Tupi. Sua estreia nos folhetim foi como coautor ao lado de nomes já consagrados, como Roberto Freire e Geraldo Vietri.

Entre os primeiros sucessos estão Antônio Maria (1968) e Nino, o Italianinho (1969), na Tupi, e O Primeiro Amor (1972), seu primeiro grande êxito na Globo. Em toda a carreira, fez apenas um trabalho no horário nobre Cavalo de Aço (1973). Seria um nome mais frequente no horário das seis e, eventualmente, às sete da noite.

É o responsável por sucessos nos anos 1980 e 1990, como Livre para Voar (1984), Fera Radical (1988), Top Model (1989), escrita com Antônio Calmon, e Despedida de Solteiro (1992), Tropicaliente (1994), que deu início a um estilo praieiro retomado em trabalhos posteriores, Era uma Vez… (1998) e Vila Madalena (1999).

Também assinou séries e minisséries de sucessos, como A Casa das Sete Mulheres (2003), em parceria com Maria Adelaide Amaral, e outras. Mais recentemente, escreveu Como uma Onda (2004), Desejo Proibido (2007), Araguaia (2010), Flor do Caribe (2013) e Sol Nascente (2016).

É casado com a psicopedagoga Orphila Conte desde 1962. Do casamento, teve três filhos: Luiza Helena, Carmela e Daniel.