Priscila Trindade

Preso por homicídio, Bruno Krupp é acusado de estuprar modelo

A morena fez a revelação nas redes sociais e recebeu uma série de relatos parecidos


Montagem de fotos de Bruno Krupp e Priscila Trindade, os dois sérios
Bruno Krupp foi acusado de estupro por Priscila Trindade - Reprodução/Instagram

Bruno Krupp, preso por homicídio com dolo eventual após ter atropelado e matado um adolescente no último fim de semana, foi acusado de estupro por Priscila Trindade, modelo que fez publicações nas redes sociais contra o influenciador e divulgou alguns relatos semelhantes que recebeu após a postagem.

Segundo a morena, o caso aconteceu há seis anos e ela foi desencorajada a denunciá-lo na época. "O que aconteceu comigo foi há muitos anos, na época em que conheci ele... Eu o conheci numa roda de amigos, flertamos e depois de alguns flertes aceitei ir até a casa dele em Niterói para irmos a uma festa", iniciou, destacando que topou ir para a casa dele porque ela morava no Rio.

Na festa, quando já era de madrugada, a jovem teria pedido para voltar pra casa porque estava com muito sono. Krupp teria levado-a para dormir e voltado para o evento. “Ele chegou bêbado às 6h da manhã e me pegou à força. Falei várias vezes para ele parar e ele literalmente me forçou. Forçou MESMO. Depois de muito relutar, cedi e foi horrível", relatou.

"Era muito constrangedor porque, se eu gritasse, iria acordar a casa inteira e não tive coragem de ter uma atitude mais drástica. No meio da situação, ele pegou o celular e ainda tentou me gravar sem roupa na cama dele. Fiquei chateada, mas ele falava tanta coisa idiota que eu só pensava em ir embora", completou Priscila.

Ainda segundo os posts, o modelo teria deixado a menina no ponto de ônibus para que ela voltasse pra casa. "Quando eu contei, algumas pessoas me julgaram porque eu fui sem noção de ficar com um mongoloide desse", disse. No fim do relato, a influenciadora explicou que achavam um absurdo que ela pensasse em revelar o que aconteceu e descobriu que ele já havia feito coisas "piores".

Após primeiro relato de estupro contra Bruno Krupp, outras jovens se manifestam

Bruno Krupp com expressão séria, posando para foto na areia

Depois que Priscila Trindade acusou Bruno Krupp de estuprá-la, ela pediu que meninas que já passaram por situações parecidas não se calem e acabou recebendo alguns relatos semelhantes. Em seguida, a morena lembrou de um caso de estupro supostamente cometido pelo modelo e registrado na Delegacia da Mulher, de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. O famoso nega envolvimento no caso.

Priscila ainda publicou algumas mensagens que recebeu, todas acusando o modelo de ter cometido o mesmo crime. Uma das jovens alegou que tinha 18 anos quando teve que se trancar no quarto de um hostel porque, segundo ela, Bruno queria ter relações sexuais com ela de qualquer jeito. 

Já a outra disse que passou por isso em 2012, quando tinha apenas 14 anos. "Queria ter tido forças para denunciar na época. Me sinto um pouco culpada por saber que ele continuou todos esses anos criando novas vítimas", completou.

A Justiça do RJ expediu um mandado de prisão contra Bruno Krupp, que responde por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar, na quarta-feira (3). Encontrado em um hospital no Méier, na Zona Norte do Rio, ele ficará sob custódia na unidade hospitalar até receber alta.

Logo Superviral
Se for SURPREENDENTE, é SUPER VIRAL.

Aqui você encontrará os assuntos mais interessantes do momento e conteúdos incríveis. Bichos, fatos históricos, lendas urbanas, viral e muito mais. No Super Viral, o inusitado acontece!

Confira
TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos