Teve alta

Luciano Szafir relata ter ficado frente a frente com a morte: "Trauma muito grande"

Ator e apresentador viveu dias difíceis em internações


Luciano Szafir sorrindo com visão da cidade ao fundo
Luciano Szafir relata momentos tensos no hospital - Foto: Reprodução/Instagram

Luciano Szafir teve alta do hospital no último final de semana depois de ser internado em virtude de uma obstrução intestinal. O ator e apresentador havia acabado de retirar a bolsa de colostomia. Entre 2021 e 2022, ele lamenta ter passado tanto tempo no hospital. "É um trauma muito grande", disse ao jornal O Globo desta terça-feira (21).

Atualmente com 53 anos de idade, ela contraiu a Covid-19 pela primeira vez em fevereiro do ano passado. Quando foi infectado novamente, foi internado na UTI e passou por uma cirurgia de emergência para tratar um sangramento abdominal, sem contar uma embolia pulmonar.

Ele recorda que passou 29 dias deitado ou apenas olhando para o teto. "Claro, fazia fisioterapia durante uma hora por dia, mas depois voltava a deitar ou sentar na maca sem respirar um ar puro. Sem contar todo o meu período em hospitais, eu passei 70 dias dentro deles. Eu não pretendo passar por um bom tempo nem para visitar alguém", disse.

A experiência de quase morte de Luciano Szafir

imagem-texto

Durante o período internado, Szafir relata que esteve "frente a frente com a morte". "Estava no CTI, eram 2h, tomei meu remédio, dei boa noite para todo mundo e dormi. Quando abri o olho, havia uns quatro médicos em volta de mim. Acordei sentindo uma dor no peito absurda", relembra.

"No quadro, onde fica os batimentos cardíacos, estava marcando 180. O normal acelerado era 70. Os meus batimentos cardíacos chegaram nos 202, antes de pararem", relembrou.

"Eu ouvi aquele som contínuo da máquina, o mesmo que escutamos nos filmes quando o personagem morre. Eu só pensava que a qualquer momento as luzes se apagariam. Eu estava totalmente consciente, quase quebrei a mão da doutora de tanto que eu a apertava. Foram os dez piores segundos da minha vida. E do nada a máquina começou a contar os batimentos novamente, até parar no 80. O meu coração foi desligado. É uma sensação de pular do precipício sem paraquedas."

Luciano Szafir

Depois, em determinado momento, sua pressão chegou a 5 por 2. "Tive medo de morrer. A cada 10 minutos, eu não sabia eu sobreviveria outros 10", contou. Segundo ele, a terapia o ajudou a encarar alguns traumas, mas não consegue mais assistir séries médicas como antes. "Quero aproveitar o máximo ao lado das pessoas que eu amo", avisou.

NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias
Outros Famosos