Arco-íris

Xuxa e Anitta se unem após acusação de homofobia contra cantora evangélica e Copa no Catar

Xuxa Meneghel e Anitta repudiam ataques aos homossexuais na véspera da Parada do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo


Xuxa Meneghel posada; Anitta com microfone na mão, posada, com mão da parte do cima de roupa com as cores da bandeira gay
Famosos se unem contra homofobia de cantora evangélica e Copa do Mundo no Catar - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 18/06/2022 às 18:05:00,
atualizado em 18/06/2022 às 18:05:28

Na véspera da Parada do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo, neste sábado (18), famosas usaram as redes sociais para defender a comunidade gay. Xuxa Meneghel, por exemplo, criticou as falas consideradas homofóbicas da cantora evangélica Bruna Karla, após vídeo viralizado na web. O discurso polêmico em questão faz parte de uma entrevista para o podcast Positivamente, de Karina Bacchi, em que ela fala que os gays vão para o inferno.

Através de seu perfil no Instagram, Xuxa Meneghel compartilhou uma filmagem em que aparece Bruna Karla falando que homossexualidade é uma escolha e que ser gay não é correto, com discurso de ódio e homofobia. Xuxa repudiou a fala da cantora evangélica e citou que Deus mandou as pessoas amarem uma às outras.

"Queria deixar meu repúdio e meu desprezo por qualquer tipo de descriminação, preconceito e homofobia que possa existir no mundo, em nome de Deus! A bíblia já sofreu algumas mudanças que só me faz ter a certeza que o que realmente Jesus falou é: 'amar ao próximo como a ti mesmo!' Se Deus é amor… onde tem amor nas palavras dessas pessoas do vídeo? Se Deus é o caminho, o ódio que essas pessoas pregam leva aonde??", indagou.

Muito indignado, Gil do Vigor já havia criticado a atitude de Bruna Karla, através de uma postagem em suas redes sociais nesta sexta-feira (17).

Além de Xuxa Meneghel, Anitta também defendeu a comunidade LGBTQIA+

Xuxa e Anitta se unem após acusação de homofobia contra cantora evangélica e Copa no Catar

Outra famosa que levantou a bandeira LGBTQIA+ foi Anitta. Por meio de seu perfil no Twitter, ela respondeu os internautas sobre a realização da Copa do Mundo no Catar, que será realizado em novembro, já que o país é contra qualquer ato considerado homoafetivo.

"Gente… de uma vez por todas. Repudiar LGBTQ+, desejar a ‘cura ou morte’, desejar o fim, a aniquilação de pessoas LGBTQ ou proibir pessoas LGBTQ+ de transitar num ambiente ou de serem eles mesmos NÃO É CULTURA. Não existe ‘respeite a cultura do outro’, porque isso não é cultura", escreveu.

"Não me mande respeitar alguém que não respeita os outros. PONTO. Se você não me respeita, eu não te respeito de volta. E um beijo. Porque na minha religião e na minha cultura pode ter gay, travesti, trans, mulher com mulher… E aí, tá respeitando a minha?"

Anitta
Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias
Outros Famosos