Confira

De bissexualidade à briga com Maitê Proença: As mais polêmicas confissões de Maria Zilda

Atriz bombou com suas lives polêmicas


Maria Zilda deitada num sofá usando um roupão azul
As maiores polêmicas de Maria Zilda - Foto: Reprodução

Com seu humor peculiar e por ser sem papas na língua, Maria Zilda bombou com suas lives polêmicas. Durante o período de isolamento e quarentena por conta da pandemia de Covid-19, a atriz entrou na onda das transmissões e criou um programa de entrevistas no Instagram, onde costumava deixar os convidados à vontade para conversar sobre qualquer assunto.

Tamanha liberdade fez com que muitos assuntos polêmicos entrassem em pauta, principalmente quando o mesmo envolvia seus colegas de trabalho e os bastidores da televisão brasileira. Diversos atores como Ary Fontoura, Raul Gazolla, além de artistas novatos, foram alvos de comentários da ex-global de 66 anos. 

Treta com Maitê Proença

imagem-texto

Por gostar de receber amigos e famosos para uma conversa, Zilda acabou demonstrando insatisfação com Maitê Proença ainda em 2020. Em entrevista ao Domingo Espetacular, o assunto em pauta era sobre os artistas que estavam se movimentando para ajudar profissionais da área nesse período difícil, e daí veio a alfinetada. "Acho muito difícil porque a Maitê é uma pessoa que gosta muito de dinheiro, inclusive ela só faz live se pagarem. Não estou criticando, não estou julgando porque cada um faz o que quiser da sua vida", disparou.

Um mês depois dessa declaração, Maitê resolveu se defender, e criticou a colega. "Ela tem feito algo construtivo ou apenas difamando a vida de quem sempre a vida de quem sempre a ajudou? Eu não pude atendê-la quando me convidou para uma live e ela se tomou de ódio. Ou então foi mordida por um cachorro bravo. Vai saber", comentou.

Maria Zilda e a polêmica com a Globo

Em uma live com a também atriz Elizângela, a intérprete de x, criticou os repasses que a Globo fazia para seus funcionários e chamou de "esmola" a remuneração. Durante a conversa, ela citou que a emissora tinha uma empresa na América Central para intermediar a venda das reprises dos folhetins, o que teria implicado em valores reduzidos repassados ao elenco.

Na época, a emissora negou os ataques e garantiu que todos os pagamentos foram corretos. "A Globo não vende as novelas através de empresas com sede no exterior". Já Sobre as reprises, a Globo afirmou que "efetua todos os pagamentos referentes aos direitos conexos".

Problema com novos atores

Com uma vasta coleção de novelas em seu currículo, Maria Zilda bancou a Susana Vieira e admitiu não ter paciência com quem estava começando. Sua última novela foi Êta Mundo Bom!, em 2016. Atualmente, a atriz diz que cansou de fazer as produções porque não suporta a nova geração.

“Os jovens que trabalhavam ficavam fazendo Snapchat no celular durante a gravação. Em dia de cena, eles não estavam nem aí. Aí, quando chegava a hora de gravar, eles perguntavam para mim: ‘Onde eu fico, hein?’ e ‘O que eu falo mesmo, hein?'", contou ela, que admitiu ser direta: "Eu dizia: 'Acho que você deveria ficar em casa'".

Bissexualidade

A mais recente polêmica foi sobre sua sexualidade e vida amorosa. Ao responder as curiosidades de seus seguidores, ela falou sobre se sentir atraída por pessoas do mesmo sexo e disse que "comeu todo mundo" durante a década de 1980.

"Eu gosto do ser humano, meu amor. Seja preto, branco, macumbeiro, católico, evangélico ou índio. Não me interessa. Eu não tenho preconceito de nada. Nem de sexo!", declarou Maria Zilda no início de maio.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos