Luto

Cauã Reymond lamenta morte da avó, aos 100 anos: "História muito dura"

O ator publicou uma homenagem para a matriarca em seu perfil no Instagram


Montagem de fotos de Cauã Reymond posando e segurando a mão da avó
Cauã Reymond publicou uma foto segurando a mão da avó - Reprodução/Instagram
Por Redação NT

Publicado em 03/05/2022 às 13:23:00,
atualizado em 03/05/2022 às 13:58:03

Nesta terça-feira (3), Cauã Reymond usou as redes sociais para homenagear a avó materna, que morreu aos 100 anos. O ator publicou uma foto segurando a mão da matriarca e contou aos seguidores um pouco de sua trajetória. "Vovó se foi. Prestes a completar 101 anos sendo um exemplo de esperança, luta, garra e resiliência. Foi mãe solo, optou por ser, quando adotou minha mãe e minha tia", escreveu ele, na legenda da postagem.

"Uma história muito dura, mas marcada pela coragem e esperança que ela nunca perdeu. Esse olhar que mesmo aos 100 anos era cheio de força, foi e sempre será uma das minhas maiores inspirações de seguir. Descanse, Vovó", completou o protagonista de Um Lugar ao Sol, novela que acabou em março.

No início de 2019, Cauã perdeu a mãe, Denise Reymond, que tinha 55 anos e lutava contra um câncer no ovário. Enquanto ainda estava internada, a mãe do galã publicou um vídeo em que mostrava uma visita de Cauã e do irmão Pavel. Na legenda, destacou as festas: "Amores da minha vida me visitando! Feliz Natal e Ano Novo a todos obrigada pelas orações". 

Cauã Reymond lamenta morte da avó, aos 100 anos: \"História muito dura\"

Cauã Reymond diz que atendeu pedido da mãe antes de morrer ao contracenar com irmão em novela

Cauã Reymond lamenta morte da avó, aos 100 anos: \"História muito dura\"

Cauã Reymond se emocionou ao comentar sobre como surgiu a escolha do irmão dele, Pável Reymond, para ser seu dublê em cena em Um Lugar ao Sol. Durante a coletiva virtual da novela, ele disse que Pável foi selecionado para ser seu dublê e ficar frente a frente com ele nas cenas dos gêmeos após uma sugestão de Alinne Moraes, com quem fez par romântico na novela e foi casado na vida real.

"A Alinne perguntou durante uma leitura quem seria o ator que contracenaria comigo, disse que não sabia, que o Maurício Farias (diretor) estava vendo algumas pessoas, ela falou: 'por que não é seu irmão?'. Logo depois de provar roupa, encontrei o Maurício e equipe e aí comentei de forma despretensiosa. Como não foi uma ideia minha, achei interessante isso vir de uma colega de trabalho que conhecia meu irmão, pois fomos casados por três anos e ela conhece o meu irmão. Ela teve uma intuição", disse.

O ator ficou visivelmente emocionado ao comentar que o trabalho possibilitou atender um pedido feito pela mãe no leito da morte. Denise Reymond morreu em janeiro de 2019 de complicações de um câncer no ovário.

"Meu irmão fez um teste junto comigo, acabou que foi certeiro, porque mesmo ele não tendo uma experiência talvez técnica na televisão, ele estava no set muito carinhoso, atencioso e ao mesmo tempo eu olhava para o meu irmão de verdade. Independente de qualquer dificuldade, eu olhava para esse irmão e tinha muita emoção no olhar e era o sonho da minha mãe ver a gente junto. Antes de ela ir embora, no leito da morte, ela falou que queria continuasse junto para sempre, de alguma forma Um Lugar ao Sol trouxe esse lugar sincero."

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos