Denúncia

Ator do SBT relata episódio de homofobia em restaurante: "Covardia"

Otávio Martins, de As Aventuras de Poliana, disse que funcionários acobertaram agressor


O ator Otávio Martins em As Aventuras de Poliana
"Um amigo foi vítima de homofobia por um cliente ‘da casa’, covardemente atacado, com testemunhas, mas o gerente e os garçons se negaram a ajudar ou chamar a polícia", relatou Otávio Martins - Foto: Divulgação/SBT

O ator Otávio Martins, o vilão Roger da novela As Aventuras de Poliana, no SBT, relatou um episódio de homofobia sofrido por amigos em um restaurante de São Paulo na noite de sexta-feira (11). De acordo com o artista, as agressões deram origem a uma briga generalizada no local, e o criminoso foi acobertado pelos funcionários do estabelecimento.

“Eu não piso nunca mais no restaurante Le Jazz, em São Paulo. Não só pela comida ruim: ontem um amigo foi vítima de homofobia por um cliente ‘da casa’, covardemente atacado, com testemunhas, mas o gerente e os garçons se negaram a ajudar ou chamar a polícia”, relatou Otávio Martins, no Twitter.

O ator prometeu postar as cenas da agressão, que foram capturadas por vários clientes. “O homem começou a jogar garrafas de vidro no chão, para atacar meus amigos, com estilhaços atingindo outros clientes. Um dos atingidos foi pra cima do cara, saíram na porrada. Todos os clientes testemunharam a covardia do homofóbico e a inércia dos funcionários do LeJazz”, relatou o artista.

Segundo Otávio, o agressor estava “claramente alcoolizado”. “Mesmo assim, o restaurante entregou as chaves do carro pro cara, que saiu cantando pneu. Ao questionarem o nome do cliente, o gerente se negou a entregar porque é ‘cliente fiel’. E tem mais: quando meu amigo pegou o celular para chamar a polícia, foi cercado por dois garçons que tentaram impedir que ele chamasse ajuda, para não prejudicar a imagem do restaurante e do agressor!”

“Isso tudo ocorreu ontem à noite, por volta das 21h30. Mesmo sabendo o nome de seu cliente homofóbico, o restaurante se nega a divulgar”, arrematou Otávio. Em sua série de postagens na rede social, ele também divulgou o modelo e a placa do carro do homem que agrediu seus amigos. Segundo o artista, o agressor estava acompanhado de uma mulher.

Apresentador Gilberto Barros foi condenado por homofobia e multado em R$ 32 mil

Ator do SBT relata episódio de homofobia em restaurante: \"Covardia\"

Em fevereiro, o apresentador Gilberto Barros foi condenado por homofobia e ao pagamento de R$ 32 mil de multa. A decisão foi tomada pela Secretaria da Justiça e da Cidadania do estado de São Paulo, baseado na denúncia do jornalista William de Lucca. A ação em que o comunicador virou réu se refere a comentários homofóbicos dele em um vídeo de seu canal no YouTube, incitando a violência contra a população LGBTQIA+.

Dentre alguns posicionamentos polêmicos do Leão, estava: "Você lembra a hora que eu acordava para trabalhar na Rádio Globo, quando cheguei a São Paulo, em 1984? Tinha que acordar às 2h30 e ainda presenciar, no lugar onde guardava o carro, beijo de língua de dois bigodes. Porque tinha uma boate gay lá na frente. Não tenho nada contra, mas eu também vomito. Sou gente, gente. Naquela época ainda, imagina chegando do interior. Hoje em dia, se quiser fazer na minha frente faz, apanha os dois, mas faz".

NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias
Outros Famosos