De molho

Otávio Mesquita é diagnosticado com a Covid-19 pela segunda vez

Apresentador testou positivo para o coronavírus um ano após primeiro contágio


Otávio Mesquita posado
Otávio Mesquita é diagnosticado com a Covid-19 pela segunda vez - Foto: Reprodução

Otávio Mesquita usou as redes sociais para contar para seus seguidores que foi infectado com a Covid-19 pela segunda vez e, por coincidência, teve o diagnóstico confirmado justamente um ano após seu primeiro contágio. O apresentador afirmou que passou a virada do ano em Angra do Reis (RJ) e acredita que pegou o coronavírus em um evento. O comunicador avisou que, como já tomou três doses da vacina contra a doença, está sem sintomas fortes.

"Tomei a terceira dose da vacina na semana retrasada, passei o Réveillon em Angra novamente e fiz o mesmo erro do ano retrasado: fiquei conversando com todo mundo, fui em um baile bonito, e ninguém usava máscara. Cheguei, fui fazer o exame e deu positivo. Eu peguei a Covid no ano passado, no dia 4 de janeiro, me desnorteei, pois estava em um barco, um do lado do outro e alguém me passou. Felizmente eu descobri que meu organismo tinha uma defesa maior, me cuidei e, em 13 dias, acabei saindo da Covid", disse.

"Preocupem-se com a máscara. Não deixem de usar, não frequentem lugares públicos, não tem que ter Carnaval esse ano, pois vai dar aglomeração", alertou o apresentador.

Otávio Mesquita se defende após ser citado na CPI da Covid

Otávio Mesquita foi citado na CPI da Covid durante o depoimento de Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação da Presidência da República, nesta quarta-feira (12). O nome do apresentador surgiu quando Wajngarten afirmou que o governo federal realizou campanha a favor do distanciamento e do uso de máscara, sendo desmentido pelo senador Renan Calheiros. O artista do SBT se manifestou e declarou que não se lembra de ter participado da campanha Juntos Somos Mais Fortes.

Na propaganda, a pandemia era minimizada, sendo recomendado o uso do braço quando fosse tossir e que as mãos precisavam ser lavadas frequentemente. Porém, em uma entrevista para a Folha de S. Paulo, publicada no começo da pandemia, Mesquita defendia a retomada da economia.

“Tem que tomar cuidado, claro, mas a OMS pensa nos países que são bilionários. Os Estados Unidos têm trilhões, a Alemanha tem ouro. Se tivéssemos o dinheiro dos Estados Unidos eu também falaria para todo mundo ficar em casa. Não podemos e não vamos parar o país. Como as pessoas vão comer?”, declarou na época.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias
Outros Famosos