Reportar erro
Recusado

Viúva de Gugu Liberato pede pensão mais gorda e Justiça rejeita

Rose Miriam já recebe US$ 10 mil por mês

Gugu Liberato triste e Rose Miriam chorando
Rose Miriam não consegue pensar maior da Justiça - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 25/10/2021 às 11:34:28,
atualizado em 25/10/2021 às 14:59:12

O Tribunal de Justiça de São Paulo negou o pedido de uma pensão alimentícia maior a Rose Miriam Souza di Matteo, viúva de Gugu Liberato (1959-2019). Ela é mãe dos três filhos do apresentador e tenta ser reconhecida como esposa, o que lhe daria direito à metade da herança.

Rose não era casada com Gugu no papel. Ela também não foi incluída no testamento feito por ele ainda em vida, em 2011. Há 10 anos, o documentava feito deixava 75% de seus bens para os filhos e os outros 25% para os cinco sobrinhos.

Até o momento, o processo de reconhecimento de união estável ainda não foi julgado, mas a Justiça concedeu uma pensão alimentícia em caráter provisório. Os herdeiros, por sua vez, recorreram da decisão, e no início de 2020, conseguiram uma liminar suspendendo o benefício.

Os desembargadores Edson Luiz de Queiroz, César Peixoto e Galdino Toledo Júnior, em decisão tomada no dia 19 de outubro, confirmaram a liminar, rejeitando o pagamento da pensão. "Se Gugu não havia assumido qualquer encargo dessa natureza, não é possível promover esse tipo de pedido em face do espólio", frisou Toledo Júnior.

Segundo ele, ainda que fosse reconhecida a união estável, Rose não teria direito a qualquer valor por pensão. Na mesma decisão, ainda, foi decidido que Rose continue recebendo o valor equivalente a US$ 10 mil (ou cerca de 56,7 mil reais na cotação atual), valor que o apresentador repassava com o objetivo de custear as suas despesas e dos filhos.

O relator apontou que Gugu assinou um acordo chamado de "Compromisso Conjunto Para a Criação de Filhos" e o pagamento foi previsto por lá.

Procurado pelo NaTelinha, o advogado que representa Rose Miriam, Nelson Wilians, disse que os fatos foram distorcidos:

"O Tribunal de Justiça de São Paulo negou o pedido do Espólio para suspender o valor que é recebido por Rose Miriam desde o início do ano passado (2020), bem como negou ainda o pedido de prestação de contas e compensação de valores. O Desembargador manteve o direito de Rose Miriam e ainda consignou que o Espólio deve pagar exatamente o importe de 10 mil dólares mensais – que de forma equivocada estava pagando em torno de 7 mil dólares por mês -, valor este que é para o custeio próprio de Rose e da residência de Orlando onde mora com seus filhos. Sem prejuízo do Espólio continuar arcando com os demais encargos, como empregados, despesas com educação e lazer, além de saúde física, mental e dentária dos filhos".

A herança de Gugu Liberato

Após o falecimento do apresentador, em novembro de 2019, foi aberto o testamento e Rose Miriam ficou sem herança. Ela entrou na Justiça para ter seu relacionamento com Gugu reconhecido como união estável, o que lhe garantiria um percentual da fortuna do artista.

A família do apresentador tem defendido a tese que Rose e Gugu eram apenas amigos e que o desejo do comunicador deve ser respeitado, ou seja, a maior parte dividida entre os três filhos – João Augusto e as gêmeas Sofia e Marina – e o restante entre a mãe dele, dona Maria do Céu – ela terá uma pensão vitalícia – e os sobrinhos.

No meio de tanta confusão, Thiago Salvático revelou que vivia um romance homossexual com o apresentador e entrou na justiça para ser reconhecido como seu companheiro no final da vida, o que também lhe daria direito a um percentual da herança do comunicador. Contudo, ele retirou o processo.



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos