Reportar erro
Rumo a Brasília

José de Abreu abandona carreira para se candidatar a deputado federal

Ator declara apoio a Lula e investe na sua vida política

José de Abreu posado de mãos dadas com Lula
José de Abreu abandona carreira para se candidatar a deputado federal - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 14/10/2021 às 20:00:07

José de Abreu irá abandonar sua carreira artística para priorizar sua candidatura a deputado federal nas eleições de 2022. Com legenda do Partido dos Trabalhadores (PT) para o Rio de Janeiro, o ator também oferecerá apoio a Marcelo Freixo (PSB) para governador do RJ e para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a presidência da república.

"A junção de Lula e Freixo é irresistível. Vou abrir mão da minha carreira, do que eu mais amo fazer, que é representar, para ajudar o Lula a reconstruir o Brasil e o Freixo a reconstruir o Rio de Janeiro", promete José de Abreu, em entrevista para a Folha de S. Paulo.

Segundo o artista, Lula não reagiu bem a sua decisão de tentar uma vaga na câmara dos deputados em Brasília. "Ele acha que hoje, como ator da TV Globo, eu calço 47 (em influência). Se for deputado, vou calçar 33 pois serei do baixo clero do Congresso (já que será um entre 513 políticos na câmara)", afirmou. Vale lembrar que José de Abreu está no elenco de Um Lugar ao Sol, próxima novela das 9 da Globo que estreia em novembro.

José de Abreu conversa com Lula e promete engajamento

José de Abreu usou seu perfil do Twitter para revelar aos seus seguidores que conversou com Lula e que vai se engajar na viagem que o ex-presidente fará pelo Brasil. Recentemente, o artista contou que irá se dedicar ao Partido dos Trabalhadores (PT) e agradeceu ao carinho da deputada federal Gleisi Hoffmann. 

“Acabo de ter uma bela conversa telefônica com o Lula. Vou me engajar na viagem que ele fará pelo Brasil. Ele está ótimo, dando entrevistas para jornais e TVs do mundo todo. Hoje é para o Le Monde. Tem fila de veículos internacionais querendo. Era este o post”, escreveu o ator.

José de Abreu tem sido defensor ferrenho de pautas do PT e crítico do presidente Jair Bolsonaro. Com a decisão de Edson Fachin, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), em anular os processos do ex-presidente Lula, o ator postou diversas mensagens aos seus seguidores criticando o ex-juiz Sérgio Moro.

O artista sempre foi contrário a prisão de Lula e chegou a se proclamar presidente do Brasil, uma forma de protestar contra Juan Guaidó, que se intitulou como chefe do executivo Venezuelano. Vale destacar que o presidente do país vizinho é Nicolás Maduro.

Em março, ele anunciou que havia se filiado ao PT e que tinha planos para concorrer às eleições de 2022. “Obrigado, Gleisi, pelas palavras carinhosas em seu nome e do partido. Como lhe escrevi na resposta, a partir de setembro estarei me dedicando em tempo integral ao PT e à reconstrução do país. Chegou a hora. Coloco-me à disposição inclusive para concorrer a cargo eletivo!”, relatou.



NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
Mais Notícias
Outros Famosos