Reportar erro
Internado

Evandro Santo comemora três meses sem drogas

Humorista está lutando contra as drogas em uma clínica de reabilitação

Evandro Santo sentado, de boné, conversando em vídeo
Evandro Santo está internado em clínica de reabilitação - Reprodução
Redação NT

Publicado em 02/08/2021 às 14:12:00,
atualizado em 02/08/2021 às 14:16:30

O comediante Evandro Santo usou seu perfil do Instagram neste domingo (1º) para contar aos seguidores que está há três meses sóbrio de entorpecentes. Recentemente, o humorista revelou que se internou numa clínica de reabilitação para se tratar contra o vício de drogas.

"Hoje faz três meses que estou limpo e em recuperação", contou o ex-integrante do programa "Pânico", que completou: "Meu tratamento está seguindo muito bem. 'Ah, o Evandro vai parar de usar drogas'. Não. É: 'o Evandro vai parar de usar e se tornar uma pessoa cada vez mais últil", disse, agradecendo ao terapeuta holístico Moreira, que é o seu mentor e responsável pela evolução na clínica.

O humorista integrou o programa Pânico na TV, da RedeTV!, nos anos 2000, com o personagem Christian Pior. Seguiu na atração quando esta se tornou Pânico na Band, em 2012. O programa chegou ao fim em 2017, mas o comediante continuou fazendo parte do grupo de rádio. Em 2018, ele integrou o elenco de A Fazenda 10, na Record, e depois fez parte do júri do quadro Shadow Brasil, do Programa Raul Gil.

Evandro Santo deve ficar um ano em clínica de reabilitação

No dia 24 de junho, Evandro Santo assumiu a luta contra as drogas e falou que está indo para a quinta internação. “É preciso coragem para pedir ajuda, é preciso ser humilde, é preciso quebrar o véu da ignorância que nos cercam. Ser um adicto não é o fim… Pode ser o começo de uma vida nova”, escreveu em postagem no Instagram.

"É um tratamento humanizado, a recuperação é por atração. Tem uma diferença entre estar limpo e estar em recuperação. Eu posso estar limpo e não estar em recuperação, a minha doença tem a ver com o meu comportamento. A recuperação é total, mental, espiritual e física. Foi nessa quinta internação que eu consegui finalmente falar: 'Sim, eu sou doente. Sim, eu preciso de ajuda'. Foi a primeira vez que eu me internei voluntariamente, com vontade, e acho que fez toda a diferença", acrescentou.



Mais Notícias
Outros Famosos