Reportar erro
Mãe, cantora e atriz

Dulce María conta como maternidade mudou sua vida: "Não há tempo de tomar banho"

Dulce María é mãe de María Paula, de sete meses, e fala como a chegada da filha mudou sua rotina

Montagem de fotos com Dulce María sorridente e dentro de uma piscina segurando a filha María Paula, de sete meses
Dulce María é mãe da pequena María Paula, de sete meses
Marcela Ribeiro

Publicado em 08/07/2021 às 20:21:39,
atualizado em 08/07/2021 às 20:21:52

Dulce María, mãe da pequena María Paula, de sete meses, fruto do seu casamento com Paco Álvarez, não teve muito tempo para licença-maternidade. Já na gravidez, ela se dedicou às gravações finais da série Falsa Identidad, sucesso na Netflix, e agora anuncia a estreia do hit, Amigos Con Derechos, parte do projeto Origen. A chegada da primogênita, no entanto, mudou bastante a rotina da ex-integrante do grupo RBD.

"Ser mãe e o pós-parto são bastante cansativos, descobrir tudo é bonito, é um milagre. Você já ama, mas ela está conhecendo e se adaptando ao mundo. Estou encontrando meu espaço dentro da maternidade, não há tempo de tomar banho às vezes, mas é muito bonito", contou a artista na noite desta quinta-feira (07), durante coletiva da série Falsa Identida que teve participação do NaTelinha.

Dulce María aprendeu a manusear armas para série

A atriz mexicana interpreta Victoria, uma advogada especializada em direitos humanos, na série da Netflix, lançada em abril. Dulce começou as gravações entre janeiro e março do ano passado. A previsão era que as gravações encerrassem em maio, mas foram interrompidas por conta da pandemia. A retomada aconteceu em julho, quando ela estava grávida de María Paula.

"Fiz treinamentos com armas, para aprender a disparar, manusear as pistolas, tive ensaios e leituras com coach para formar o personagem e encontrá-lo e ensaios com os outros atores. Cada personagem faço um trabalho interno de compreender quem ele é, para jogar as emoção que ele tem. É um trabalho interno que se faz com um coach ou diretores".

A experiência de gravar um projeto para o streaming foi positiva para  atriz. "Estou muito contente com todo resultado de Falsa identidad, foi um esforço grande, terminei de gravar no meio da pandemia, eu grávida. A série está indo muito bem, adoraria fazer outros projetos, agora estou redescobrindo minha vida, nasceu uma nova mulher agora que sou mãe, tenho que reiniciar minha vida e carreira, mas adoraria seguir fazendo outros projetos".

Mudanças internas de Estrangera para Origen

O primeiro álbum lançado por Dulce em carreira solo, Extrangera (2011), retratava bem o momento de insegurança que ela vivia na época. Agora, com o novo projeto Origen, a mexicana, de 35 anos, enxerga sua mudança e maturidade no trabalho, que deve ser lançado entre agosto e setembro.

"Extrangera era o início deste sonho, de aprender um caminho sozinha, de conhecer, explorar, me sentia emocionalmente um pouco perdida. Com Origen sinto que foi necessário resgatar a minha essência, a mais pura, simples, tenho minha família, meu esposo, minha filhinha, não me sinto estrangeira para nada".

Anitta

Dulce diz que, por enquanto, não existe nenhum projeto de uma parceria musical entre ela e Anitta, mas a vontade existe e pode acontecer futuramente.

"Vocês sabem que amo o Brasil e tenho toda a minha admiração pela Anitta. Ela tem feito um sucesso grande, tive a oportunidade de conviver com ela algumas vezes, não coincidiu agora de fazermos algo, mas em algum momento quero. Tem muitos artista do Brasil que admiro e adoraria colaborar".



Mais Notícias
Outros Famosos