Reportar erro
Posicionamento

Mônica Martelli detona homofobia: "Preconceito não é opinião"

Atriz escreveu um longo desabafo sobre o assunto

Mônica Martelli com cartaz contra a homofobia
Mônica Martelli critica homofobia - Foto: Reprodução/Instagram
Redação NT

Publicado em 03/06/2021 às 17:30:00

Mônica Martelli usou seu perfil do Instagram nesta quinta-feira (3) e se posicionou contra a homofobia. Ela falou sobre o assunto no mês da visibilidade LGBTQIA+ e no mesmo período em que alguns artistas, como Rafa Kalimann, Caio Castro e Patrícia Abravanel, disseram sobre “respeitar” a opinião de quem não aceita relacionamentos homoafetivos.

"Você consegue imaginar como pode ser um pesadelo alguém te direcionar ódio e violência apenas por você estar sendo quem é? Muitas pessoas não precisam imaginar, porque elas estão sofrendo isso na pele, na vida real, no dia a dia. Estamos no mês da diversidade, e como é triste ver pessoas usando seus espaços na TV e mídia para relativizar o preconceito. Pra passar a mão na cabeça de quem está cometendo um crime (LGBTQIA+fobia é crime) como se fosse apenas uma opinião. Sem essa de conflito de gerações porque todo mundo aprendeu a respeitar os outros, então respeite”, declarou.

“Qual seu livro preferido?' Isso é uma pergunta de opinião. Querer decidir que homem não pode se apaixonar por homem, mulher por mulher, que uma pessoa não pode fazer transição de gênero; ofender, humilhar, agredir alguém por sua orientação sexual ou qualquer outro motivo que não seja da sua conta, isso é preconceito. Isso é LGBTQIA+fobia e não pode mais ser tolerada”, continuou.

“Preconceito não é opinião. De uma vez por todas. Não podemos respeitar quem não respeita o amor, quem escolhe odiar. Temos todas as informações possíveis à palma da nossa mão. Em um clique você pode aprender sobre qualquer coisa, inclusive como ser mais humano”, finalizou Mônica.

Mônica Martelli na contramão de outros artistas

Mônica Martelli demonstra posicionamento contrário a opinião de Caio Castro, Rafa Kalimann e Patrícia Abravanel. O ator e a influencer repostaram o vídeo de um pastor afirmando “respeitar” casamentos gays, mas não concordando com relacionamentos homoafetivos.

Tanto Rafa quanto Caio se manifestaram e disseram que não concordavam com a opinião do pastor, mas respeitavam a visão dele. Em seguida, Patrícia Abravanel comentou que era preciso ser tolerante com quem tinha visão homofóbica, porque a sociedade ainda estava aprendendo.

Claro que as reações foram imediatas e ocorreram repúdios de todos os lados. Castro conversou com o ativista Agripino Magalhães e compreendeu qual equívoco cometeu. Rafa também se desculpou, enquanto Patrícia relatou que estava aprendendo com as diferenças.



Mais Notícias
Outros Famosos