Reportar erro
Explicação

Xuxa diz que site a favor do impeachment de Bolsonaro está sofrendo ataques

Apresentadora faz parte do movimento contra o presidente da República

Xuxa (à esquerda) quer o impeachment de Bolsonaro (à direita)
Xuxa quer o impeachment de Bolsonaro - Foto: Montagem
Redação NT

Publicado em 26/05/2021 às 18:10:00

Xuxa Meneghel usou seu perfil do Instagram nesta quarta-feira (26) e revelou que o site Vidas Brasileiras está sofrendo ataques de hackers. A apresentadora relatou que as assinaturas estão suspensas por um período, mas que em breve as pessoas vão poder apoiar a campanha de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

“Tão querendo derrubar, mas vamos voltar e sua assinatura é muito importante!”, escreveu a comunicadora. Além dela, fazem parte da campanha Felipe Neto, Casagrande, Júlia Lemmertz e Fábio Porchat assinaram pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Desde 2019, o atual presidente já viu 117 pedidos de impedimento contra seu governo serem protocolados.

O grupo faz parte do movimento intitulado "vidas brasileiras", que reúnem pessoas apartidárias e pedem a saída de Bolsonaro por sua condução, segundo eles, desastrosa, no combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O pedido lista ainda uma série de atos de Bolsonaro que estariam violando a Constituição.

Dentre elas, algumas configuram crime de responsabilidade, divulgação de informações falsas, estímulo de uso de medicamento sem eficácia comprovada contra a Covid-19 como a cloroquina e ivermectina e a decisão de aumentar a produção do remédio no laboratório do Exército.

O pedido de impeachment de Jair Bolsonaro

O grupo fala ainda de aglomerações causadas por Bolsonaro, falta do uso de máscara e medidas como a quarentena e distanciamento, que foram praticamente ignorados pelo presidente. "A expectativa dos integrantes do movimento é mobilizar a sociedade civil em favor de uma pressão positiva para que este não seja mais um pedido de impeachment ignorado pelo presidente da Câmara", diz o movimento, em nota.

Em abril, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, aliado de Bolsonaro, sinalizou que não dará andamento a nenhum pedido de impedimento. O movimento, no entanto, busca fundamentar as causas de que destituiriam Bolsonaro do cargo.



TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos