Reportar erro
Polêmica

Latino presta depoimento após queixa-crime por intolerância religiosa

Cantor esteve em delegacia para fazer esclarecimentos

Latino
Latino - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 07/05/2021 às 15:33:16,
atualizado em 07/05/2021 às 15:35:58

Latino prestou depoimento após uma queixa-crime por intolerância religiosa. Na tarde da última quinta-feira (06), o cantor foi até a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI), e deu esclarecimentos sobre a denúncia feita pela Secretaria Municipal de Cidadania do Rio, após entrevista ao podcast Flow, em abril.

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, duas declarações do artista foram usadas. A primeira, onde ele acusou os adeptos de religiões de matrizes africanas pela morte do seu macaco de estimação. “Dizem que foi macumba, né. Os caras falaram que foi macumba. Fizeram um trabalho pra mim que o macaco foi no meu lugar. Quem conhece o mundo espiritual pode dizer melhor”, afirmou, ainda acrescentando que a informação teria vindo de uma médium e um profeta.

Já a segunda fala é o momento em que ele se refere aos espiritismo, afirmando que era algo usado para pessoas fazerem mal para outras. "Nessa parada de centro espírita, nesse bagulho de macumba, os caras fazem trabalhos pesados pra infernizar a vida do outro. E aí fizeram um trabalho, sei lá, de ebó… Sei lá que porra que chama essa merda de ‘macumbaria’. Eu não acredito nessa porra. Ficar falando da vida alheia. A gente vê muito no meio artístico”, disparou.

Latino se pronuncia após declarações polêmicas

Em vista a grande repercussão negativa, o famoso se pronunciou, pedindo desculpas. Ele afirmou ainda que nada foi dito com o intuito de ofender, ou faltar com respeito.

"Sei que alguns adeptos do Candomblé e Umbanda ficaram ofendidos com minha declaração, feita sem nenhuma intenção de desrespeitar a religião de outra pessoa. Não estou aqui querendo justificar a minha declaração e sim pedir desculpas para quem se sentiu ofendido com ela, pois no ato em que falei, jamais tive a intenção de atingir a crença de qualquer pessoa, até porque a minha crença tem como base o respeito a todas as outras. Estamos vivendo tempos de intolerância, tempos desafiadores, tempos de interpretações equivocadas. Utilizei a palavra 'macumba' com a forma superficial em que a palavra sempre foi utilizada, de maneira errada, mas que cresci ouvindo essa 'crença limitante'", disse.



TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos