Reportar erro
Impeachment

Bruno Gagliasso endossa ação por Manaus e garante a Bolsonaro: "Vai cair"

Ator pediu ajuda à FAB para enviar cilindros de oxigênio ao Amazonas e responsabilizou Presidente da República por tragédia

À esquerda, Bruno Gagliasso; à direita, Jair Bolsonaro
Bruno Gagliasso chamou Jair Bolsonaro de genocida e o responsabilizou por tragédia em Manaus - Foto: Montagem NT
Redação NT

Publicado em 16/01/2021 às 16:23:00

Bruno Gagliasso está entre os artistas mais empenhados em ações por Manaus, que passa por sua fase mais crítica na crise do coronavírus. Neste sábado (16), o ator compartilhou um vídeo da remessa de cilindros de oxigênio para a capital do Amazonas e pediu ajuda da Força Aérea Brasileira (FAB) para a chegada dos equipamentos aos hospitais. Na última sexta-feira (15), ele garantiu em rede social que o presidente Jair Bolsonaro deixará o posto.

"Não é mais sobre gostar ou não gostar de alguém. É sobre ver o responsável por cuidar das pessoas imóvel como uma pedra. Enquanto os que 'pensam diferente' estão mandando oxigênio para os bebês de Manaus", disse Bruno Gagliasso em uma série de postagens no Twitter.  

O marido de Giovanna Ewbank relatou ter áudios das maternidades de Manaus, que sofrem com a falta de oxigênio. As unidades de saúde da cidade têm racionado o item de necessidade básica, o que já levou diversos pacientes à morte. A crise sanitária vem em meio às declarações polêmicas de Bolsonaro, que deu entrevista minimizando a gravidade da situação.

O presidente não escapou da fúria de Gagliasso: "Acabou, Bolsonaro. Você e seu projeto de poder vão cair! Porque ninguém aguenta mais. Essa gente insensível vai cair. O Brasil é maior que vocês. Juro que eu queria que esse merda terminasse o mandato, para todo mundo aprender. Mas a pandemia nos obriga a buscar uma solução mais urgente. Fora genocida, fora Bolsonaro".

O chefe do executivo também tem sido alvo de críticas de outras personalidades, como o influenciador digital Felipe Neto e o apresentador Luciano Huck, que incitou um panelaço nas redes sociais. "Se a extrema direita se preocupasse com o vírus como se preocupa com a vida sexual dos outros o mundo estaria salvo", frisou Gagliasso.

Confira as publicações de Bruno Gagliasso no Twitter:



Mais Notícias
Outros Famosos