Fantasias

Kelly Key se solta e revela fantasia sexual que gostaria de realizar

Mico Freitas e Kelly Key estão juntos há 20 anos

Kelly Key se solta e revela fantasia sexual que gostaria de realizar
Kelly Key e Mico Freitas estão casados desde 2004 - Reprodução/YouTube

Redação NT

Publicado em 20/11/2020 às 09:28:22 ,
atualizado em 20/11/2020 às 10:31:29

Casada há 16 anos com o empresário angolano Mico Freitas, Kelly Key abriu detalhes de sua vida íntima ao programa Prazer, Feminino, do canal do GNT no YouTube e disse que o casal sempre vai em busca de novas ideias para apimentar o sexo, e ainda revelou onde deseja experimentar fazer.

Kelly relatou que seu relacionamento tem 20 anos e ambos seguem cheios de ideias: "A gente vai borbulhando ideias, né? Eu e meu marido, então, a gente fica borbulhando ideias, testando coisas novas. Brinquedinhos a gente tem, porque a gente compra, a gente ganha. A gente adora também".

Sobre onde gostaria de transar, revelou: "No elevador eu teria vontade. O problema é alguém abrir do nada. Essa coisa do medo não me deixa louca assim não. Gosto de estar relaxada, vou ser bem sincera".

continua depois da publicidade

Kelly Key e o peso de ser símbolo sexual

Ao falar sobre o fato de ser fantasia sexual de muitos homens, divertiu-se: "Já pirei nessa situação, porque nunca me vi como símbolo sexual ou me vi como essa coisa que as pessoas falavam, os homens colocavam, isso me deixava muito reprimida quando era mais jovem".

"Hoje, tenho outra cabeça e assim, é bem esquisito pensar isso. É gostoso e esquisito ao mesmo tempo. É confuso", acrescentou ela, que também relatou as cantadas que sofre dos homens. "Eu já recebi cantadas e os caras acham que vão dar aquelas cantadas e você vai passar ou fingir que não viu por medo ou receio, não sei. Quando você peita, o cara se borra todo", lembrou.

continua depois da publicidade

Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!