Reportar erro
Defesa

Castanhari é criticado e ganha defesa de Felipe Neto: "Militância burra"

Youtuber não gostou das críticas que seu colega recebeu

Felipe Castanhari e Felipe Neto juntos
Felipe Castanhari e Felipe Neto - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 20/10/2020 às 16:56:00

Felipe Neto perdeu a paciência nesta terça-feira (20) com um grupo de internautas e saiu em defesa de Felipe Castanhari, que foi acusado de “desinformar” e não colocar referências das informações que ele apresenta no seu canal do YouTube, o Nostalgia. O youtuber disse que a maneira que alguns “militantes” se comportam fortalece o discurso da “direita”. Internautas repercutiram o posicionamento dos dois artistas e dividiram opiniões.

“É isso aí galera, parabéns. Com tudo que tá acontecendo, vocês transformam em alvo o Castanhari e a Débora Aladim. Parabéns, vocês entenderam tudo. Tão no caminho certinho, mesmo. Vão tirar o país da merda, vão salvar tudo. Parabéns a todos”, disparou Felipe.

“E antes q comecem com ‘tem q entender que crítica é diferente de cancelamento’, vão pra casa do cacete. Exposição ao ridículo, memes, humilhação, xingamento, desmoralização pública, nada disso é ‘crítica’. Quem critica, quer ajudar a melhorar. Vocês querem o caos”, continuou. “Essa ala da militância burra do Twitter faz tudo, absolutamente TUDO que a direita deseja”, completou.

A confusão teve início logo cedo por causa de inscritos do canal Nostalgia que questionaram a falta de referências de informações passadas por Castanhari em alguns vídeos que ele publicou. O youtuber não escondeu seu descontentamento e se defendeu nas redes sociais.

“Já faz um tempo que eu parei de tentar responder críticas totalmente injustas e absurdas sobre o meu trabalho especificamente aqui no Twitter. No final das contas quem me acompanha de verdade sabe de todo meu esforço, carinho e responsabilidade na hora de produzir meus conteúdos”, afirmou.

“É fato de que estamos vivendo na era da anti-ciência, negacionismo e do obscurantismo. E no meio tempo uma militância raivosa fica gastando seu tempo batendo justamente em quem está do seu lado lutando contra tudo isso. Sei lá, isso não faz sentido nenhum pra mim”, acrescentou.

“Sobre o argumento das ‘fontes’ nos vídeos: é algo q eu já solicitei para os historiadores e consultores que trabalham com o canal. O problema é que são cerca de 30 vídeos (de mais de 1h), então esse levantamento leva um tempo, mas será feito em todos os vídeos até o final do ano. Todos os novos vídeos históricos já sairão com fonte, até porque eu acho importante caso a pessoa queira se aprofundar mais no assunto por conta própria”, finalizou.

Castanhari e Felipe Neto repercutiram na web

A polêmica se alastrou entre os internautas e muitos se dividiram entre os posicionamentos de Castanhari e Felipe Neto. Enquanto alguns usuários concordaram com a intolerância de algumas pessoas, outros perfis disseram que críticas fazem parte para que o canal melhore.

“A maioria das coisas que ele coloca em vídeo é de domínio publico, ele falou algo é você tem duvida, pesquise, nunca leve tudo como verdade absoluta, pesquise sempre, mas posso lhe dizer que a maioria das coisas são ensinadas em escolas boas ou faculdades.  Acorda povo chato.”, disse uma usuária.

“O ponto é exatamente esse, o vídeo tem que sair junto com as fontes. Se 300 mil pessoas verem o vídeo e ele tiver alguma informação que não esta bem informada pode acabar causando um problema em relação ao que esta sendo tratado”, comentou outra pessoa.

Confira a repercussão:

Mais Notícias
Outros Famosos