Polêmica

Felipe Castanhari é bloqueado no YouTube e surge em site pornô

Youtuber lamentou o bloqueio e divulgou link no site de conteúdo adulto

Felipe Castanhari é bloqueado no YouTube e surge em site pornô
Felipe Castanhari - Foto: Reprodução/Twitter

Publicado em 12/05/2020 às 10:37:00 ,
atualizado em 12/05/2020 às 10:49:22

Por: Redação NT

Felipe Castanhari teve dois documentários bloqueados pelo YouTube e, como forma de protesto, os programas do Canal Nostalgia foram publicados no XVideos, um dos maiores sites de pornografia do planeta.

O influenciador digital, que apresenta conteúdos históricos, dúvidas científicas e acontecimentos do mundo do entretenimento, desabafou na sua conta do Twitter na última segunda-feira (11) que dois vídeos produzidos por ele – os temas eram Chapolin e The Beatles – foram bloqueados pelo YouTube por causa de direitos autorais. “Não há nada que eu possa fazer”, lamentou.

Contudo, pouco tempo depois, ele anunciou que seu vídeo foi colocado no XVideos e compartilhou o link com seus seguidores da rede social. “Quero deixar claro que eu, Felipe Castanhari, jamais iria subir ilegalmente meus documentários bloqueados por direitos autorais no XVideos. Mas, caso algum de vocês resolva fazer isso, ficarei feliz em divulgar. Meu advogado não mandou eu twittar isso”, ironizou o influenciador.

Na manhã desta terça (12), ele voltou a usar seu perfil do Twitter e relatou que a plataforma de vídeos pornográficos também bloqueou o seu trabalho. “Pronto, o vídeo já foi bloqueado no XVIDEOS também. Vamos ter que achar outro site de bolos”, comentou.

Repercussão

O bloqueio do YouTube repercutiu na web e os fãs de Felipe se divertiram com a alternativa encontrada para que os conteúdos dele continuassem sendo divulgados na internet.

“Felipe Castanhari seria na verdade um gênio?", brincou um seguidor. "Hoje as nove da manhã, eu entrei no meu Twitter depois de um tempo e me deparo nos tópicos, @Xvideoscom um documentário do @FeCastanhari. O que tá acontecendo?", indagou outro usuário.

Confira um pouco mais da repercussão:




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!