Reportar erro
Disparou

Lima Duarte detona trajetória de Regina Duarte na Cultura: "Vergonhosa e lamentável"

Ator opinou sobre desempenho da ex-colega

Lima e Regina Duarte
Lima e Regina Duarte - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 08/10/2020 às 18:43:18

Ariclenes Venâncio Martins, conhecido por todo o Brasil pelo nome artístico Lima Duarte, concedeu uma entrevista para a revista Poder, e decidiu detonar o desempenho de Regina Duarte  na secretaria da Cultura do governo Bolsonaro, destacando como  "vergonha e lamentável".

“A Chapeuzinho Vermelho se encantou pelo Lobo Mau. Acho que os agentes culturais estão no mesmo nível do presidente, um prato raso. A sabedoria, a inteligência e a arte estão sendo perseguidas de todas as maneiras. Mas isso vai passar, tudo passa. E o brasileiro sobreviverá”, disparou.

O ator ainda relembrou a ocasião em que quase foi candidato a vice-presidente  numa chapa liderada por Mário Covas, no ano de 1989:  “Um voo particular do partido (PSDB) me levou do Rio a São Paulo para me encontrar com ele (Covas). Curiosamente, quem dirigiu o carro, do aeroporto até o bairro de Moema, onde ficava o apartamento do Covas, foi o Fernando Henrique (Cardoso). Era um Opala, blasé e solene como ele”, explicou.

Lima Duarte critica discurso de Bolsonaro

Em março deste ano, o veterano criticou o discurso usado pelo atual presidente em relação a pandemia da Covid-19, algo que repercutiu bastante.

“O discurso dele é uma coisa trágica pra mim. Ele quer dizer: 'deixe o velho morrer'. Os jovens estão bem, os meninos estão bem, então, deixa o velho morrer. Ele quer salvar a economia a murros, a facadas, a tiros. Ele só quer o confronto. Conforme ele ia falando eu pensava: 'ih, ele está falando comigo. Ele quer que eu morra!'. É isso que ele está dizendo pra mim e para todos os velhos desse país, que velho não importa. Difícil, né?”, declarou em entrevista ao jornal Extra.

Mais Notícias
Outros Famosos