Mea-culpa

Justin Bieber apoia protestos antirracistas e admite: "Me beneficiei da cultura negra"

Cantor, que já foi acusado de apropriação cultural, mostrou solidariedade ao movimento Vidas Negras Importam

 Justin Bieber apoia protestos antirracistas e admite: "Me beneficiei da cultura negra"
Em diversas publicações, Justin Bieber apoiou onda de protestos nos EUA - Foto: Reprodução/Instagram

Redação NT

Publicado em 07/06/2020 às 16:40:00,

Justin Bieber se comoveu com a onda de protestos antirracistas que surgiu nas últimas semanas, nos EUA, e já chegou a vários países do mundo. Com uma publicação em rede social, o cantor norte-americano admitiu ter se beneficiado da cultura negra e prometeu ajudar a combater a injustiça racial.

continua depois da publicidade

“Eu sou inspirado pela cultura negra. Eu me beneficiei da cultura negra. Meu estilo, como eu canto, danço, me apresento e como me visto foram influenciados e inspirados pela cultura negra. Estou empenhado em usar minha plataforma a partir de hoje para aprender, falar sobre injustiça racial e opressão sistêmica e identificar maneiras de fazer parte das mudanças necessárias”, escreveu Justin Bieber, no Instagram.

continua depois da publicidade

O assassinato de George Floyd, homem negro asfixiado até a morte por um policial branco em Minneapolis, nos EUA, fez ganhar força o movimento Vidas Negras Importam. Desde 25 de maio, data da morte do norte-americano, vários países passaram a registrar intensas manifestações antirracistas.

Desde 2016, Bieber vinha recebendo críticas por se apropriar de estilos de artistas negros. À época, o cantor causou polêmica ao aparecer usando dreads. Por algumas de suas canções, fortemente marcadas pela influência do rap e do hop hop, o popstar também foi acusado de apropriação cultural.

continua depois da publicidade

Recentemente, o cantor passou a mostrar sua solidariedade à luta dos negros norte-americanos. Em março, ele já havia postado uma homenagem a Breonna Taylor, morto pela polícia de Louisville, em Kentucky. O artista também tem feito posts atentando à brutalidade policial e pedindo a prisão dos envolvidos na morte de George Floyd.

A publicação em que admite ter se apropriado indevidamente da cultura negra alcançou mais de 1,3 milhão de curtidas em menos de 24 horas. Entre os comentários, Bieber recebeu o apoio de famosos, como do automobilista britânico Lewis Hamilton. Confira a publicação:

continua depois da publicidade