Bota-fora

Miguel Falabella, Vera Fischer e mais de 10 famosos foram demitidos da Globo em 2020; confira lista

Vários atores, apresentadores e jornalistas não tiveram seus contratos renovados

 Miguel Falabella, Vera Fischer e mais de 10 famosos foram demitidos da Globo em 2020; confira lista
Zeca Camargo, Miguel Falabella, Vera Fischer e Bruna Marquezine estão na lista de famosos que deixaram a Globo em 2020 - Foto: Montagem NT

Redação NT

Publicado em 06/06/2020 às 14:45:00

Nomes de peso no elenco estelar da Globo, os atores Miguel Falabella e Vera Fischer foram dispensados pela emissora na última semana. Após décadas vinculados ao plim-plim, os artistas passarão a trabalhar por obra certa, com contratos mais curtos. O modelo é mesmo que vem sendo adotado com outros profissionais que deixaram o quadro de funcionários do canal recentemente.

continua depois da publicidade

Após 38 anos fixo na Globo, Miguel Falabella anunciou sua saída na última quarta-feira (4), quando foi comunicado que seu contrato não seria renovado. Em publicação no Instagram, o ator e escritor se mostrou nostálgico ao relembrar sua entrada na Globo, em 1982. "Como diria Drummond, amanhã eu recomeço!”, cravou o loiro.

Há 43 anos na emissora, Vera Fischer também foi dispensada e já não tem contrato fixo. Ela estava reservada para Além da Ilusão, novela prevista para o horário das 18h, que ocupará a vaga de Nos Tempos do Imperador. Nada impede que ela realmente atue na trama, mas com contrato de curto prazo. Seu último trabalho na TV foi em Espelho da Vida, finalizada em 2019.

continua depois da publicidade

Confira, a seguir, outros 10 famosos, entre atores, apresentadores e jornalistas, que também foram demitidos da Globo em 2020:

José de Abreu

José de Abreu é outro que não terá contrato renovado com o canal carioca. Seu vínculo se encerra em 30 de junho e o ator passará a receber por cada trabalho. Em seu perfil em rede social, ele desmentiu que tenha sido demitido. "Já tenho duas novelas para fazer como obra certa", afirmou.

continua depois da publicidade

Zeca Camargo

Um dos principais nomes do jornalismo da Globo em décadas passadas, Zeca Camargo foi demitido em maio. Ele apresentava o É de Casa, na programação matutina de sábado, longe de seus áureos tempos à frente do Fantástico e do reality show No Limite.

Angélica

Vinte anos de carreira na Globo não foram bastante para assegurar o novo contrato de Angélica, que trabalha por obra desde março. Apesar de desvinculada do quadro de funcionários fixos, a loira ainda é figurinha fácil na programação da emissora e acaba de estrear um programa no GNT, canal do Grupo Globo.

continua depois da publicidade

Stênio Garcia

Aos 88 anos, Stênio Garcia foi demitido da Globo após 47 anos na emissora. O ator chegou a pedir, por meio das redes sociais, para ser escalado a uma nova produção, pois havia sido avisado de que seu contrato chegaria ao fim e não havia intenção da direção em renová-lo. Ainda que Glória Perez tenha sinalizado que queria o veterano em um próximo trabalho, o eterno Bino do seriado Carga Pesada não foi mantido na emissora.

continua depois da publicidade

Cartolouco


O jornalista Lucas Strabko, mais conhecido como Cartolouco, foi dispensado em abril, após cinco anos de contrato. Suas reportagens sobre esporte traziam a irreverência e personalidade do rapaz. Mas justamente o estilo "brincalhão" - com ironias a clubes brasileiros e fotos seminu nas redes sociais - foi apontado como motivo para a demissão.

Regina Duarte

Também em 2020, a Globo decretou a demissão de Regina Duarte após mais de 50 anos de parceria. O motivo foi o "sim" da atriz ao convite para o cargo de Secretária de Cultura do governo de Jair Bolsonaro. Em maio, contudo, ela também foi dispensada pelo presidente, mas seguirá ocupando cargo público na Cinemateca de São Paulo.

continua depois da publicidade

Aguinaldo Silva

Uma das primeiras demissões da leva de 2020, a de Aguinaldo Silva surpreendeu muita gente. Responsável por grandes sucessos na Globo, como Tieta, A Indomada e Senhora do Destino, o novelista saiu queimado após o fiasco de O Sétimo Guardião, exibida entre 2018 e 2019. Sem projetos aprovados pela direção da casa, o escritor acabou dispensado após 40 anos de serviços prestados.

Bruno Gagliasso

Protagonista de várias novelas na casa, Bruno Gagliasso perdeu o vínculo com a Globo no fim do ano passado. O mau comportamento do ator nos bastidores de O Sétimo Guardião foi apontado como o motivo para a demissão. Em janeiro, o galã negou, afirmando que sua saída foi em comum acordo com a emissora. Em dezembro, ele havia feito comercial para Netflix ironizando o Globoplay, que rebateu.

continua depois da publicidade

Bruna Marquezine

A mais popular atriz brasileira nas redes sociais, Bruna Marquezine não tem contrato fixo com a emissora que a lançou, em 2003, desde meados do ano passado. Em janeiro, a Globo emitiu comunicado dizendo que a artista manifestou vontade de investir nos estudos no exterior, o que motivou a não renovação do contrato.

Malvino Salvador

Fixo na emissora desde 2004, Malvino Salvador deu adeus ao plim-plim em janeiro. A emissora esclareceu que o contrato do ator não foi renovado, mas nada impede que, no futuro, ele seja escalado para um novo trabalho. O mesmo vale para a maioria dos seus colegas recentemente dispensados.

continua depois da publicidade