Outubro Rosa

Outubro Rosa: As famosas que venceram o câncer de mama e comemoram a vida

Essas mulheres reforçam a importância do "Outubro Rosa" no combate ao câncer de mama

Outubro Rosa: As famosas que venceram o câncer de mama e comemoram a vida
Ana Furtado comemora seu primeiro Outubro Rosa curada do câncer de mama - Divulgação

Publicado em 08/10/2019 às 05:41:00 ,
atualizado em 08/10/2019 às 09:57:45

Por: Taty Bruzzi

Outubro é o mês oficial de combate ao câncer de mama. A campanha Outubro Rosa serve de incentivo e conscientização para que todas as mulheres façam o autoexame e se previnam contra a doença que já foi enfrentada por Ana Furtado, Arlete Sales, Elba Ramalho, Patricia Pillar, Antonia Frering e Elaine Bast.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o segundo tipo de tumor mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres, em média entre os 40 e 50 anos de idade, perdendo apenas para o câncer de pele. 

É neste período que chamamos a atenção para as causas e consequências da doença vestindo rosa. Assim, monumentos importantes em todo o mundo como o Cristo Redentor, no Brasil, e a Torre Eiffel, em Paris, ganham iluminação nessa tonalidade. 

A ideia é mostrar que estamos todas de mãos dadas na luta contra a doença que pode atingir mulheres de classe, cor, credo e religião diferentes. Destacamos sete celebridades brasileiras que derrotaram o câncer de mama e hoje servem de exemplo para demais mulheres. Confira:

Ana Furtado

Impossível falar do câncer de mama sem citar Ana Furtado. A apresentadora do É De Casa foi diagnosticada com a doença ano passado, através do autoexame, e fez questão de revelar pelo que estava passando em seu perfil do Instagram a fim de alertar às mulheres. 

Na ocasião, ela já havia passado por uma cirurgia para retirar o tumor e daria início às sessões de quimioterapia logo em seguida. Em momento algum, a mulher do diretor Boninho, da TV Globo, se deixou abater e nem de trabalhar. 

A cada evolução do tratamento, Ana dividia suas experiências com seus seguidores, sempre dando mensagens de otimismo e fé na busca pela cura. Depois de oito meses, a apresentadora publicou carta no jornal “O Globo” revelando que seria submetida a exames para constatar a cura.   

Na última semana, a jornalista publicou uma mensagem em seu perfil comemorando seu primeiro ”Outubro Rosa” livre da doença. Ela, que completa 46 anos no próximo dia 22, afirmou ter renascido.  

Arlete Salles

A atriz descobriu o câncer de mama em 2014, na época com 72 anos. Assim como a maioria das mulheres vítimas da doença, Arlete Salles se abateu com a notícia. Em entrevista à revista “Contigo” na época, ela revelou o quanto foi devastador, embora tenha contato com o apoio dos amigos e da família.     

A atriz foi submetida a sessões de quimioterapia e radioterapia, além de passar por uma cirurgia para retirada do tumor que se alojou na mama esquerda. Por conta do tratamento, ela sofreu queda de cabelo.

Segundo Arlete, o trabalho foi fundamental para que ela adquirisse força para aguentar todo o processo em busca da cura. Passados quatro meses da cirurgia, a atriz já estava em cartaz no teatro. A cura veio no final daquele mesmo ano.  

Antonia Frering

A atriz conhecida por seu trabalho em Salve Jorge, de Gloria Perez, foi diagnosticada com câncer de mama e precisou fazer mastectomia, além de se submeter a sessões de quimioterapia.   

Quando estava no ar, em 2012,  ela ainda passava por recuperação. Em entrevistas na época, disse que viu seu cabelo cair por completo logo no início do tratamento. “Aí, fui com minha filha raspar. Ela foi minha fiel escudeira. Não contei para ninguém mais, porque queria passar por isso com dignidade e discrição”, revelou na ocasião. 

Elaine Bast

Repórter da Globo, ex-correspondente em Nova York, a jornalista descobriu a doença em dezembro de 2015, logo após realizar uma reportagem sobre câncer de mama para o Jornal Nacional e passar por exames de rotina. 

O resultado veio através da mamografia que diagnosticou a presença de três tumores na mama esquerda. Como era preciso retirá-la, a jornalista acabou optando pela retirada também da mama direita por precaução. 

Na época, ela estava com 42 anos. Mãe de dois filhos, Elaine não sentiu nada que pudesse identificar a doença, também não tinha históricos na família. De acordo com a jornalista, foi o exame de rotina quem garantiu sua vida.

Elba Ramalho

 

Em 2010, Elba Ramalho descobriu o câncer de mama em fase inicial, na época, a cantora estava com 59 anos e se submeteu a retirada do tumor e parte da mama. Depois do processo inicial, ela ainda foi submetida a radioterapia. 

Em 2013, a artista falou durante para Fátima Bernardes durante participação no programa Encontro sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce. “O nome câncer tem um fardo muito mais pesado do que a doença em si. Descobrindo no início como o meu, é tranquilo.  A prevenção é tudo”, disse. 

Joana Fomm

Em 2007, a atriz então com 67 anos foi diagnosticada com dois tumores em um seio e três no outro. Submetida a mastectomias seguida de quimioterapia, a atriz ficou longe da TV por cinco anos. 

Apesar de toda dificuldade que teve em lidar com a doença, Joana Fomm conseguiu se curar do câncer de mama. A veterana atriz ainda passou por outra cirurgia, desta vez para a colocação de próteses de silicone. 

Patrícia Pillar

Em 2002, Patrícia Pillar revelou que estava lutando contra um raro tipo de câncer que atingiu sua mama esquerda. A atriz disse ter descoberto a doença através do autoexame, quando notou a presença de um nódulo e de anormalidades em seu mamilo. 

Exames laboratoriais apontaram para Doença de Paget, que envolve a pele do mamilo. Na época, ela tinha 37 anos e precisou passar por um longo tratamento. O câncer se espalhou para os ossos, obrigando a estrela global a passar por cirurgia e sessões de quimioterapia e radioterapia.

Todo o procedimento desde a descoberta da doença até a cura foram fundamentais para que Patrícia alertasse demais mulheres sobre a importância do autoexame e do diagnóstico precoce. 

“Meu câncer de mama se espalhou e houve metástase para meus ossos […] Talvez se eu soubesse dessa doença anteriormente, ela não teria se espalhado”, dizia a atriz em comunicado oficial à imprensa na época.  


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!