Luto

Morre o ator João Carlos Barroso, aos 69 anos

Seu principal trabalho foi em "Roque Santeiro" (1985)

Morre o ator João Carlos Barroso, aos 69 anos
João Carlos Barroso trabalhou em "Sol Nascente" - Foto: Reprodução/Globo

Publicado em 13/08/2019 às 09:22:12 ,
atualizado em 13/08/2019 às 09:37:47

Por: Redação NT

Morreu nessa segunda-feira  (12), aos 69 anos, o ator João Carlos Barroso, conhecido por diversos trabalhos na Globo. A notícia surgiu durante a noite e amigos e familiares confirmaram o falecimento através das redes sociais, prestando homenagens ao artista.

De acordo com informações do seu colega de trabalho, Mário Cardoso, João vinha enfrentando um câncer no pâncreas há um bom tempo, e não resistiu. O amigo se disse triste, mas era o momento de Carlos descansar.

“É com imensa tristeza que recebo esta notícia. Nosso grande amigo. João Carlos Barroso - Barrosinho, colega de profissão e de grandes lutas. Parceiro de futebol dos artistas inúmeras vezes, nos deixou. Meus sentimentos à família", postou na madrugada desta terça (13).

A carreira de João começou muito cedo. Ainda criança, com 11 anos, ele jogava futebol na rua e produtores ficaram encantados com o jeito do menino. Chamaram ele para fazer um teste e logo veio o primeiro trabalho. Em 1961, em “Pedro e Paulo”, Carlos estreou no cinema ao lado de Jardel Filho e Francisco Cuoco.

Dois anos depois, pisou pela primeira vez num palco no teatro. Ele esteve envolvido no projeto “A Espada Era a Lei”. A partir dali, seu desempenho o fez alcançar vôos maiores, trabalhando com diretores conhecidos e sendo colega de atores de alto gabarito.

Sua primeira novela foi em “O Bem Amado” (1973), de Dias Gomes. Após interpretar Eustórgio, esteve envolvido em “Pecado Capital” (1975) e “Estúpido Cupido” (1976), como Tavino. Esse papel lhe rendeu maior projeção na dramaturgia, sendo um dos personagens mais marcantes na sua carreira.

Porém, seu principal trabalho aconteceu nove anos depois em “Roque Santeiro”, de Dias Gomes e Aguinaldo Silva. Ele interpretou Toninho Jiló e o sucesso foi avassalador, recebendo elogios da crítica especializada da época e também dos telespectadores da novela.

Além de vários trabalhos na dramaturgia da Globo, João integrou o elenco do programa de humor “Zorra Total”. Seu último papel foi em “Sol Nascente” (2016/2017), de Walter Negrão.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!