Thiago Forato
Reportar erro
Enfoque NT

Versátil e multifacetada: personagens distintos evidenciam talento de Letícia Colin

Coluna analisa Letícia Colin, uma das maiores atrizes da geração

leticiacolin_bf326aac7a2abb3989f1e942fc7bb4ef7a368098.jpeg
Letícia Colin vive auge na carreira - Globo / Paulo Belotte/
Thiago Forato

Publicado em 19/06/2018 às 07:30:41

Na TV desde os 12 anos, pode-se dizer que Letícia Colin cresceu diante das câmeras, passando por produções como "Sandy e Júnior" (2000/2001) e "Malhação" (2002) na infância, nesta última tendo destaque como Kailani.

Apresentou a extinta "TV Globinho" (2003), fez "Floribella" (2005/2006) na Band, passou um período na Record TV e entrou nesta década mostrando que cresceu, encarando personagens mais maduras e surgindo como uma aposta que se tornou realidade.

Na Globo, vem acumulando papéis consecutivos nos últimos dois anos, e se dando bem em todos eles com uma desenvoltura assombrosa. Nenhuma interpretação lembra trabalhos anteriores.

Versátil e multifacetada: personagens distintos evidenciam talento de Letícia Colin

De 2016 pra cá, Letícia viveu uma mulher à frente do seu tempo em "Nada Será Como Antes", Júlia, que tinha dificuldades em lidar com as próprias emoções.

Depois, encarou a elogiada Maria Leopoldina e até engordou para o papel da mulher de Dom Pedro I em "Novo Mundo", no ano passado.

Versátil e multifacetada: personagens distintos evidenciam talento de Letícia Colin

Agora, em "Segundo Sol", vive a prostituta Rosa. A personagem demonstra que Letícia Colin está no auge da carreira, capaz de interpretar diferentes personagens e se adaptar a diferentes realidades que eles pedem.

Ao contrário de outras atrizes até da mesma idade, onde as atuações sempre se parecem, Letícia Colin se sobressai e é, sem dúvida, uma das maiores atrizes de sua geração ao lado de Bianca Bin, Julia Dalavia, Isis Valverde, Alice Wegmann e Marina Ruy Barbosa.

Mais Notícias