Vai bem no Sul e no Pará

Ambientada na Bahia, "Segundo Sol" não empolga no Nordeste

Emílio Dantas entre Deborah Secco e Giovanna Antonelli em "Segundo Sol" - Divulgação/Globo

Publicado em 17/06/2018 às 16:47:19 ,
atualizado em 17/06/2018 às 17:01:25

Por: Redação NT

Ainda que ambientada em Salvador, capital da Bahia, "Segundo Sol" ainda não deslanchou na capital soteropolitana e muito menos em outros grandes centros do Nordeste, como Recife e Fortaleza.

Entre os dias 4 e 9 deste mês, por exemplo, a novela de João Emanuel Carneiro teve média nacional de 31,1 pontos; 32 em São Paulo e 34,4 no Rio - onde a maior parte das novelas globais é ambientada.

Já nas três capitais do Nordeste onde há aferição, os números sequer chegaram à casa dos 30. Em Salvador, pano de fundo da trama, foram 28,8 pontos; em Recife, 29,7 e Fortaleza, 27,2.

Mesmo que repleta de regionalismos, como sotaque, cenas ensolaradas e stock-shots da Bahia, "Segundo Sol" cativou mais os telespectadores do centro-sul. Além de São Paulo e Rio, a novela também performa bem em Florianópolis e Porto Alegre, cidades com perfil extremamente distinto do de Salvador. Na capital catarinense, a média foi de 31,7 pontos. Já na gaúcha, de 34,1.

A melhor audiência de "Segundo Sol", no entanto, está em Belém, com 38,4 pontos. A praça, que já chegou a ser a mais problemática para a Globo, reagiu com "A Força do Querer" (2017) com a mesma proporção que a Record TV perdeu força com o fim de "O Rico e Lázaro" e o começo de "Apocalipse".

A novela de Glória Perez tinha cenas no Pará, o que fez com que seus índices chegassem à casa dos 50 pontos. "O Outro Lado do Paraíso" foi alavancada por tabela e "Segundo Sol" segue na mesma trajetória.

Esses índices são consolidados e são baseados na preferência de um grupo de telespectadores de cada cidade mencionada e sua respectiva região metropolitana.



publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!